SENTIR (quebra-gelo)

Você crê que Deus nos criou com um desejo profundo de se relacionar com você? Essa deve ser a convicção de nosso coração. Nosso Pai não olha para nossos defeitos ou pecados, mas para nosso potencial, como filhos amados! E precisamos nutrir essa convicção em nosso coração. Mas, muitas vezes, esse conceito se perde, nós nos esquecemos e passamos a nos comportar apenas como servos, e não mais filhos. Mas lembre-se: DEUS DESEJA SE RELACIONAR COM VOCÊ!

APRENDER

Aprendemos que as cercas, os muros, a vergonha nos impedem de receber o amor, cuidado de Deus e dos outros. E vimos que essa dor, quando não resolvida, nos paralisa. E nesses momentos de dor, uma outra coisa se aproxima e toma seu lugar: o medo.

Você já deixou de tratar uma dor, uma situação por causa do medo? As vezes pensamos e falamos “o tempo irá curar”, mas apenas Deus cura. Hoje existem famílias, casamentos, amizades sendo destruídas pela falta da conversa franca, verdadeira, sem medo, que promove a restauração. Mas, essa não é uma prática automática nas nossas vidas.

Será que temos tido áreas em que não queremos deixar Deus entrar? Pelo orgulho ou pelo medo?
O Espírito Santo quer entrar na nossa vida não só para tocar em assuntos espirituais, mas para tomar TUDO o que somos. Deus não nos criou para “empacarmos” na vida ou para vivermos acomodados com as situações da nossa vida; Ele nos criou para avançarmos – na nossa vida e nos nossos relacionamentos!

O Reino de Deus é justiça, paz e alegria no Espírito Santo (Romanos 14.17), mas isso para experimentarmos essa alegria real, precisamos passar por estações (de dor) que nos preparam para reconhecer quando ela realmente chegar.

Passamos por momentos difíceis, de dor. Mas, você já evitou (ou tentou evitar/enganar) a dor?

Gostamos de evitar a dor porque muitos de nós nunca recebemos as ferramentas para lidar com as dificuldades da vida, para sairmos do outro lado do processo curados, inteiros e saudáveis! Não fomos ensinados a ser transparentes, vulneráveis. Ou, pior, nós vemos a dor como um sinal de não confiar em Deus… Mas isso é mentira!

E qual a consequência disso? Pessoas feridas – eu e você – que empurram sua dor em vez de confrontá-la, levando a uma vida de agonia não resolvida, uma vez que seus corações machucados continuam a infeccionar e nunca recebem o conforto necessário para ser curado, renovado.

Como, então, resolver isso?
Mateus 5:4 – Em outras palavras, o luto é necessário; ele é o processo que leva à integridade! Por isso, se você está passando por um momento difícil, traga à luz, chore, seja transparente, vulnerável. A alegria é um fruto do Espírito que habita em nós, contudo, não é separado dos momentos dolorosos da vida. Deus pode criar alegria até nos nossos momentos mais sombrios, se encararmos nossa dor e permitirmos que Ele cure os lugares machucados de nossos corações.

REFLETIR

Por que é importante resolvermos isso?
Como filhos de Deus, devemos aprender a andar pela dor, não a esconder ou ignorá-la, para que possamos nos tornar pessoas saudáveis ​​e íntegras que vivem vidas verdadeiramente alegres. O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã – essa é a promessa do Senhor!

Devemos aprender a lidar com a dor. Não devemos ficar no processo de orgulho – seja o de não expor a dor, como o de não trata-la, não a deixar ser curada. Por isso, podemos aprender 6 formas práticas de lidarmos com a dor.

  1. Perdoe aqueles que lhe causaram dor. O perdão liberta-nos da escravidão e liberta-nos para começar a viver em paz. O perdão é um ato da sua vontade, não uma manifestação do seu desejo. Perdão significa que você não será mais a pessoa a ser punida pelos sentimentos, pelo incômodo.
    Lucas 17:3-4 / Mateus 6:14 / Efésios 4:32
  2. Mude a maneira que você pensa sobre a dor. É fundamental que você mude a maneira como pensa sobre as provações, a dor e a perseverança para que a alegria do Senhor se torne sua força nas duras temporadas de sua vida. A alegria – ou a promessa de alegria – lhe dá a capacidade de enfrentar circunstâncias aparentemente impossíveis e ajuda você a prosperar quando a vida é difícil.
    Tiago 1:2-4
  3. Permita-se chorar. O processo de luto que leva à integridade tem um começo e um fim. Como em um funeral, você experimenta pesar quando sabe da perda, mas as lágrimas eliminam sua dor enquanto você processa suas memórias e reconta sua história. Permita que o processo de luto siga seu curso e o leve à plenitude. A história de Lázaro (João 11:33-44) não é somente sobre ressureição, mas é também sobre aprender a processar a dor.
  4. Examine seus pensamentos conturbados.  O barulho e a confusão podem ser tão dramáticos que é quase impossível se concentrar na voz de Deus. Isso muitas vezes faz com que você se sinta sozinho e com medo. Em momentos como este, é necessário lidar com cada pensamento individualmente. Separe seus pensamentos conturbados e entreviste-os de forma independente.  Este passo é muitas vezes o mais desafiador porque requer que você busque seus problemas de raiz, mas encarar a dor de frente é a única maneira de encontrar uma resolução verdadeira e, por fim, o fechamento.
    2 Coríntios 10: 3-5
  5. Fortaleça seus lugares quebrados. Você não consegue se fortalecer sozinho. Deus nos criou com a necessidade de andarmos juntos. Dê voz ao que está acontecendo dentro de você. Este é o caminho para se tornar uma pessoa poderosa em todas as áreas da vida.
    Salmos 68:6
  6. Entenda o seu ritmo. Processar a dor é muito parecido com levantar pesos. Se você levantar pesos todos os dias, o dia todo, em vez de ficar mais forte, você vai quebrar seu corpo até o ponto em que ele não pode fazer nada. Da mesma forma, se você processar a dor o dia todo, todos os dias, você terá o que chamamos de colapso emocional. Portanto, é essencial que você conheça seus limites: não estenda o processo por mais tempo que deve, mas não resolva todos de uma só vez e acabe com seu emocional.

As vezes dói lembrar de uma pessoa, uma situação, um erro do passado… e tudo isso traz muito medo, muita insegurança. Mas a dor e o medo nos impedem de experimentarmos a herança que já temos liberada em Cristo Jesus.

Existe algo reservado para sua vida que é só para você – essa é a herança, você precisa apenas herdar – mas porque estamos tão envolvidos em situações e ofensas não resolvidas, nos isolamos, paralisamos e não avançamos.

Avançar não é ir sozinho, resolver na sua força, deixar tudo pra traz. Saiba que independentemente das razões pelas quais você está sofrendo ou de estar paralisado, a saída é mergulhar profundo nessas situações e resolvê-las! Ao fazer isso, você se tornará um mestre em descobrir sua dor, comunicar-se para encerrar isso e curar sua alma.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

O Espírito Santo é o nosso fiel amigo, o primeiro que devemos compartilhar e pedir ajuda para vencer esses pensamentos que geram dor. Nossa família, nosso gcem, nossos discipuladores, eles são como a graça de Deus demonstrada de forma palpável para que possamos ser encorajados e levantados em momentos de pressão emocional.

É possível caminhar pela dor e sair do outro lado realmente bem? Sim!

É fácil? De jeito nenhum.

Vale a pena? Definitivamente, vale a pena passar pelo processo para que você possa ser livre e entrar totalmente no grande destino da sua vida!

Deixe o Espírito Santo agir em um momento de oração uns pelos outros. Ore para que cada pessoa possa aprender e praticar essas dicas práticas que trazem cura e avanço. Esteja atento aqueles que precisam de uma oração ou uma atenção especial, seja naquele momento ou em uma conversa depois. Lembre que quando estamos junto, compartilhamos, avançamos mais.

Siga-nos: