SENTIR (quebra-gelo)

Quais palavras mais marcaram a sua vida? Conte uma história que venha à sua memória sobre palavras que trouxeram um impacto para você.

APRENDER

Como vão as suas palavras? Você já parou para pensar nisso?

A Bíblia fala que “a boca fala do que está cheio o coração” (Mt. 12.34). Nossas palavras são frutos de como está o nosso coração. É por elas que sabemos se estamos desanimados, cheios de fé, amáveis, desconfiados, elas revelam o que está realmente dentro de nós.

Para que uma árvore dê frutos saudáveis e duradouros, ela precisa ter suas raízes bem firmadas. E é assim conosco também. Deus quer transformar o nosso coração e, consequentemente, as nossas palavras através de uma vida enraizada nele.

Davi disse no Salmo 1: “Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores! Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite. É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera” (v. 1-3).

Interessante que o salmista começa falando sobre o conselho dos ímpios e sobre zombadores. Ele fala de algo que vem das palavras.

Qual é a influência das nossas palavras?

Todos nós temos o desejo profundo de impactar este mundo de forma visível e duradoura. Esse desejo nasce quando passamos a acreditar no Evangelho, na obra redentora de Jesus na cruz. Nós, que provamos do poder de Deus, querermos que ver este poder agindo também através de nós e abençoando as outras pessoas.

Isso não vem de nós, mas vem de Deus. Jesus disse que nos escolheu para darmos frutos: “Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma. (…) Vocês não me escolheram, mas eu os escolhi para irem e darem fruto, fruto que permaneça, a fim de que o Pai conceda a vocês o que pedirem em meu nome” (Jo. 15:5 e 16).

Se somos discípulos de Jesus, nosso chamado e nosso destino são para que sejamos frutíferos. E isso está diretamente ligado às nossas palavras.

O que são frutos?

Frutos não têm nada a ver com atividades religiosas, como ir à igreja, ler a Bíblia, guardar os Dez Mandamentos ou pregar o Evangelho. Fruto significa que, quando alguém provar a sua vida, ela terá gosto de Jesus. Se estamos enraizados em Cristo, produzimos resultados – ações, atitudes, palavras – que fazem as pessoas olharem para nós e dizerem: “Isso é que é ser um cristão!”.

O Senhor nos chamou para dar muitos frutos, e frutos duradouros. Ele está no negócio das mudanças permanentes. Não está interessado em nos ver sendo parecidos com Ele por um mês, um ano ou uma década, mas sim em uma vida inteira de impacto eterno. Frutos duradouros são a chave para vermos nações completamente transformadas, cidades impactadas e culturas moldadas.

Jesus disse que só conseguiremos dar muitos frutos, e frutos que durem, se permanecermos nele.

O que significa permanecer em Jesus?

No ciclo de crescimento das plantas frutíferas, o fruto é a última coisa. Tudo começa com uma pequena semente sendo plantada no solo. Quando regada, essa semente começa a se romper e criar raízes. Esse sistema de raízes continuará a crescer conforme a semente forma um broto, que eventualmente emergirá do solo para encontrar ar e luz do sol. Tanto a planta quanto as suas raízes continuarão a crescer até que haja força o suficiente para frutificar.

Para que a planta sobreviva e dê frutos, suas raízes precisam ocupar muito mais espaço debaixo da terra do que a planta ocupa na superfície. Uma fundação é sempre maior do que aquilo que está suportando.

É assim conosco também. Deus planta a semente de Sua Palavra e rega com o Espírito Santo, fazendo com que germine. Então, Ele começa a trazer um vislumbre de quem fomos criados para ser nele e o que somos chamados a fazer com Ele. Assim, um sistema de raízes vai sendo criado em nosso coração, em nosso interior. Nosso coração é o nosso ponto de encontro com Jesus, onde nos tornamos enraizados em nosso relacionamento com Ele.

Permanecer em Jesus é estabelecer uma conexão íntima com Ele até o ponto em que estejamos completamente unidos a Ele, pensando como Ele, querendo o que Ele quer, falando como Ele e fazendo o que Ele faz. Isso acontece quando estamos no secreto, quando investimos num relacionamento diário com o Senhor

REFLETIR

Temos nos preocupado mais com o nosso exterior ou com o nosso interior?

Nossas palavras são frutos do nosso coração, elas revelam qual é a situação dentro de nós. O impacto e a transformação que podemos sofrer e causar externamente são resultados do que acontece internamente.

Nós tendemos a viver um cristianismo extremamente preocupado com as aparências. Buscamos curtidas, aprovação das pessoas. E isso acaba ocupando um lugar de muita importância em nosso coração, nos fazendo esquecer de que o mais importante são as nossas raízes, é como estamos por dentro.

Quando contou a parábola do semeador, Jesus falou sobre vários tipos de solos e o que eles representam: sementes à beira do caminho são aquelas que as pessoas recebem, mas o Diabo tira de seu coração antes que creiam; o solo rochoso é aquele que recebe a palavra, mas não cria raízes, por isso logo desiste; o solo com espinhos é aquele em que as preocupações desta vida abafam o poder da palavra; e a boa terra é aquela onde as sementes caem e criam raízes profundas, germinando e dando muitos frutos (Lc. 8.4-15).

Por isso é tão importante sabermos qual é o estado do nosso coração. Muito mais do que saber qual é a imagem que as pessoas têm de nós, precisamos sondar a nossa vida, olhar para as nossas atitudes e enxergar como andam as nossas raízes.

Um coração bom e generoso ouve a palavra, retém e dá muito frutos, com perseverança.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

Como andam as suas raízes?

Temos falado tanto sobre as sementes que precisamos lançar e os frutos que somos chamados a dar, mas não podemos nos esquecer de que para que isso aconteça, as nossas raízes precisam estar profundamente firmes em Jesus, precisamos permanecer nele!

Você tem dito palavras duras e de acusação? Busque ao Senhor, procure conhecê-lo mais e mais e deixar que Ele te transforme de dentro para fora. Invista tempo lendo a Palavra e orando no lugar secreto, Deus certamente te recompensará por isso.

Se precisar, peça a ajuda de um amigo ou do seu líder. Ele pode te ajudar a começar, a dar os primeiros passos. Mas, lembre-se: a escolha e as raízes são suas. Busque ao Senhor!

Incentive todos a compartilhar. Esteja atento àqueles que precisam de encorajamento e àqueles que precisam confessar para receber ajuda. Ore por todos.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: