Se você tivesse que apresentar o Rei da Eclésia para alguém, o que você diria? Que imagem usaria?

Como é o Rei da Eclésia?

Ele é o Todo-Poderoso, Aquele que quando fala tudo treme. Mas quando Jesus se apresenta nas Escrituras para as pessoas, Ele diz que é o bom pastor (Jo. 10:10-11). A imagem que representa esse Rei Todo-Poderoso é a imagem de um pastor que cuida das Suas ovelhas.

Quando se dizia pastor, Jesus não estava usando a figura ocidental de pastoreio, com cães e tudo mais. Lá no Oriente, o jeito de pastorear ovelhas era um pouco diferente, e Jesus fala um pouco disso em João 10:1-11. Se Ele é o pastor, nós somos as ovelhas, e Ele nos chama pelo nome, conhece a cada um de nós. E a ovelha reconhece a voz do Seu pastor. Se ela perder a memória da voz do pastor, fica perdida. É um relacionamento de proximidade, de intimidade. Não tem a ver com massa, é um a um.

Que tipo de pastor Deus é?

O bom pastor, o melhor deles. Ele dá a vida pelas Suas ovelhas. A chave para usar todo esse poder que temos falado que está disponível à Eclésia é um relacionamento de proximidade e intimidade com o nosso pastor.

Nosso Rei é pastor, e se somos Suas ovelhas precisamos ouvir a Sua voz. E ouvir significa obedecer, seguir, ir aonde Ele vai, depender completamente dele. E uma ovelha depende do Seu pastor para tudo, para cuidar de tudo: para proteção contra lobos, para ir até o aprisco, até o pasto, até as águas tranquilas, para cuidar da saúde, para guiar no meio do vale escuro e até para ajudar com o peso da lã.

No Antigo Testamento, existem muitas referências de Deus como pastor. O Salmo 23:1 é uma delas: “O Senhor é o meu pastor; de nada terei falta”. E esse texto faz duas declarações. A primeira é de que o Senhor é o MEU pastor. Não diz o nosso pastor, mas o MEU pastor. Por isso, tenho plena fé no caráter dele. A segunda implicação fala sobre mim – se Ele é o meu pastor, eu sou uma ovelha e dependo dele.

Qual a dificuldade em ser ovelha?

Uma ovelha, enquanto o seu pastor não fala, não chama, ela não toma nenhuma atitude, não faz nada. Ela sabe que o pastor vai suprir as suas necessidades, que ele vai vir. Mas isso é muito difícil para nós, queremos ser leões, fazer as nossas escolhas, tomar as nossas atitudes. Precisamos ser como ovelhas e depender do nosso pastor.

Fé não é apenas acreditar no poder de Deus, é acreditar também no Seu caráter. Quando dizemos que Deus é o nosso pastor, não estamos apenas crendo no Seu poder. Até o diabo crê no poder de Deus. Mas, uma ovelha crê no caráter de Deus, sabe quem Ele é. Ela não precisa ver, ela simplesmente sabe. E a qualidade da vida de uma ovelha depende do caráter do seu pastor.

Enquanto não conhecemos a Deus dessa maneira, não conseguimos ser uma igreja poderosa que avança contra os portões do inferno. Precisamos ter a clara percepção de que sem Ele não conseguimos fazer nada. Orgulho e ovelha não combinam.

O nosso Deus é um bom pastor, por isso deveríamos estar vivendo uma vida tranquila. Nossa fé nele deve ser relacional. Não tem a ver com fazer coisas para Ele, a vida cristã não tem a ver com fazer coisas para Deus, trabalhar para Ele. Ser cristão é ter um relacionamento pessoal com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. É viver como filho!

E se Deus é um bom pastor e garante que nada vai nos faltar, não deveríamos viver ansiosos.

Você tem sido uma ovelha ansiosa?

Se a ansiedade está dominando você, qual é o problema? É o pastor? Será que Ele está falhando com você? Não! Deus nunca falha e nunca vai contra a Sua Palavra. Ele é sempre fiel. Será que você se esqueceu que é ovelha? Se esqueceu da voz do seu pastor?

A nossa ansiedade indica o grau da nossa autossuficiência, é a negação do “nada me faltará”. No Reino de Deus todos somos filhos e ovelhas, não fomos criados para ser independentes. Dependemos do nosso pastor para fazer tudo, é Ele que opera tudo em todos, é a voz dele que precisamos ouvir.

O bom pastor nunca abandona as Suas ovelhas! Ele sempre vai atrás de cada uma delas, não importa o que aconteça (Mt. 18:11-14). A igreja poderosa não vive sem o seu pastor. Como é bom termos um pastor!

Você tem plena convicção de que é uma ovelha e depende do seu pastor?

Tudo começa com termos a certeza da nossa identidade. Depender de Deus é a melhor coisa do mundo! O único esforço que precisamos fazer é abandonar a autossuficiência, o orgulho, e confiar.

Do que você tem medo? O que te preocupa? Se você é uma ovelha, o seu pastor é o Deus Todo-Poderoso, o bom pastor, aquele que vai sempre à frente. É tempo de confiarmos no Senhor em outro nível. Ele quer conduzir a nossa vida, nos levar a lugares seguros, mais altos. Ele nos ama e se importa conosco!

Você quer voltar a ser ovelha? Ore, reconheça que deixou de ouvir a voz do seu pastor, se arrependa e corra de volta para os braços do bom pastor, do seu Pai. Não se envergonhe do seu passado, olhe para o futuro, siga o pastor.  

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: