SENTIR (quebra-gelo)

Você acha que nos dias de hoje vemos muita injustiça? Como podemos agir com justiça nos dias de hoje?

APRENDER

Vivemos dias de muita injustiça, isso é verdade. Mas qual é o papel da igreja na injustiça dos dias de hoje?

Nos dias de hoje, no combate da injustiça, nós devemos ORAÇÃO e AGIR (oração). Essa é uma combinação incrível para que a justiça do Reino de Deus se estabelça. Jesus chama sua igreja para responder ao desafio da injustiça generalizada que aflige a sociedade!

Ele mostrou a você, ó homem, o que é bom e o que o Senhor exige: pratique a justiça, ame a fidelidade e ande humildemente com o seu Deus.” Miquéias 6:8

Portanto, somos chamados para praticar a justiça, amar a misericórdia, com um espírito de humildade. Amar às pessoas praticando a justiça, é a medida visível do nosso amor invisível (mas real) por Deus. Agir com justiça é expressar o amor que temos a Deus!

O que é agir com justiça?

Agir com a justiça de Deus, ou seja, a Sua palavra, é mais do que suprir as necessidades deste mundo, mas é também levantar outras pessoas a agir a favor dessas necessidades. Ou seja, através de nossas atitudes, podemos inspirar, conquistar e levar outros a Jesus, demonstrando nossa identidade e o desafio que temos nesses dias: as boas obras que glorificam a Deus! (1 Pedro 2:9-15)

Sendo assim, qual é o nosso compromisso com as ações de justiça, que irão glorificar a Deus?

Como Paulo lembrou a Tito, não são as boas obras que nos levam a salvação. A salvação veio por meio do sacrifício e da graça de Jesus. Mas como eu e você recebemos uma nova vida, agiremos com justiça e ao agir, nosso compromisso é de sermos ZELOSOS!

Zeloso significa dedicado. Nós devemos ser dedicados à prática das boas obras, da ação com justiça, levando a verdade de Cristo!

Ele (Jesus) se entregou por nós a fim de nos remir de toda a maldade e purificar para si mesmo um povo particularmente seu, dedicado à prática de boas obras.” Tito 2:14

Boas obras revelam que somos amados por Deus e que as pessoas que ajudamos são preciosas para Ele! Como Ele mesmo diz “um povo particularmente seu”!

Quando entendemos o tamanho do amor de Deus por nós e como o Seu coração bate pela justiça, as boas obras se tornam uma prioridade para nós. Deixamos de praticar apenas pela obediência, mas sim como uma expressão profunda do nosso relacionamento com Deus!

REFLETIR

Sabendo de tudo isso, qual a importância da prática das Boas Obras (Ações de Justiça)?

Sabemos que quanto mais amamos a Deus, mais conheceremos às necessidades das pessoas que Ele ama, mas, qual a importância de agirmos assim?

  1. Tornaremos conhecida a reputação de Deus entre os não-crentes

Quando os não-cristãos verem nossas atitudes, verão a Deus e exaltarão a Ele! (1 João 3:17)

Nossas obras tornam-se um convite ao mundo para que todos se tornem filhos de Deus. Desejarão conhecer a Jesus pela forma que agimos. Isso porque, vendo nossa vida e nosso agir, verão a transformação de Deus na nossa vida, que nos livrou do egoísmo!

O egoísmo é a fonte de separação, ganância por mais, amor a si mesmo mais do que qualquer outra coisa. Mas aquele que está em Cristo, como diz Gálatas 2:20, está crucificado com Cristo e agora é ELE quem vive! As pessoas verão isso. Verão que vivemos por Jesus, que fomos libertos e curados do egoísmo e se aproximarão de Deus!

  1. Deus usa as nossas boas obras para abrir os corações dos não-crentes

Não é o tanto que falamos, mas o quanto agimos! Através das nossas ações quebramos preconceitos, mentiras e enganos acerca de Jesus e os corações são destrancados, abrindo-se para conhecer a Deus! (1 Pedro 2:12)

Mesmo quando muitos resistem à pregação do Evangelho, alguns abrirão o coração. As boas novas constituem a verdade de que Deus realmente é bom!

Qual foi a última vez que agimos com boas obras? Podemos levar a mensagem de esperança, de bênçãos, de vida eterna a qualquer momento. Isso pode começar de forma simples. Uma mensagem, um abraço, estar presente, uma palavra que encoraja. Investir seu tempo, energia, recursos financeiros! Fazemos a diferença onde estamos. Essa mensagem é poderosa e fala muito alto através da nossa vida!

  1. Nós devemos ser conhecidos pelo que fazemos, ao invés de sermos conhecidos pelo que não fazemos.

Muitas vezes, somos conhecidos pela lista de coisas que não podemos fazer. Mas não é apenas o “não pecar” ou utilizar um tipo de roupa, de fala ou ações moralistas. Envolver-nos ativamente em obras de justiça é a forma que os não-crentes ouvirão nossa mensagem e reconhecerão que Deus não está distante ou indiferente, preocupado com uma lista de regras ou de atitudes, mas que Ele é um Pai amoroso, comprometido com o mundo e ativo na vida de cada pessoa.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

Pense por um minuto, será que você entende que faz a diferença onde você está HOJE? Será que você tem sido zeloso nas suas obras, exaltando a Jesus?

Se somos zelosos, ou seja, dedicados às boas obras, o que acontece é que:

– O próximo é ajudado e socorrido;

– Nós ganhamos a alegria;

– JESUS É GLORIFICADO!

Como tem sido a nossa vida quando se trata de agir com justiça?

Temos vivido de forma constante e intencional – seja destinando um valor de oferta missionária, ou atendendo as pessoas que no dia a dia se mostram necessitadas, investindo nosso tempo, conhecimento, ouvindo e obedecendo à voz do Espírito Santo ou é mais um “peso” para sermos considerados “bons” diante de Deus?

É importante nós confessarmos, reconhecermos e nos arrependermos de, muitas vezes, vivermos de forma egoísta, apenas para nós mesmos. Assim, agiremos com a justiça de Deus e o nome Dele será exaltado e muitas vidas serão entregues e transformadas por Jesus!

Lembre-se: Jesus ensinou que atos de justiça serão mais eficazes quando estiverem enraizados na oração, de noite e dia. Nunca devemos substituir a oração por atos de justiça, nem substituir atos de justiça pela oração. Ambos são muito importantes no Reino de Deus!

Qual é o compromisso que você faz com o Senhor hoje acerca das boas obras? Você consegue reconhecer os locais e pessoas que você conhece HOJE e que podem receber a sua atitude?

Líder, neste momento, ore e deixe que as pessoas tenham um momento de reflexão. Encoraje-as a ouvirem a voz do Senhor e a aceitarem o desafio de agir com boas obras, alcançando ao próximo e glorificando ao nome de Jesus!

Incentive todos a compartilhar. Esteja atento àqueles que precisam de encorajamento e àqueles que precisam confessar para receber ajuda. Ore por todos.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: