SENTIR (quebra-gelo)

Sabemos que crescer é algo natural e importante para todo os seres vivos. Mas, qual a importância que há em crescermos?

APRENDER

Crescer é algo natural a todos os seres vivos – animais, plantas, seres humanos – e também envolve todas as áreas de nossas vidas – a profissional, financeira, emocional, familiar e, também, a espiritual. Sabemos que quem não cresce irá, inevitavelmente, morrer. E o mesmo acontece na nossa vida espiritual, se não crescemos, morreremos a qualquer momento.

Como sabemos que fomos feitos para crescer?

Em João 15:1-2, Jesus diz que Ele é a videira e nós somos os ramos. E, como ramos, o nosso papel é crescer para que, como Jesus diz, demos FRUTO. Uma videira precisa crescer para cumprir seu papel – de dar uvas! – assim como nós precisamos crescer para cumprir aquilo que Deus tem para nós: dar frutos, a fim de experimentarmos sonhos, milagres, transformações, curas e muito mais!

Mas, como posso parar de crescer na minha vida espiritual?

No processo de crescimento da videira, ela dá FOLHAS e FRUTOS. As folhas chamam a atenção, demonstram a beleza, tornam-na vistosa de longe e cheia. Mas o fruto é o centro, é o cerne da videira. Ela cresce para dar frutos!

Da mesma forma que a videira é, somos nós. Nós temos nossas folhas que chamam atenção – cantamos bem, somos bons compradores/vendedores, falamos bem, temos um conhecimento, viajamos o mundo, desenvolvemos nossa carreira, obtemos o sucesso -, mas, às vezes, nos esquecemos de dar fruto. E não são as folhas que Deus quer de nós.

Deus nos criou para darmos frutos. Muitas vezes, estamos preocupados apenas em desenvolver e acrescentar folhagens à nossa vida, mas esquecemos do nosso cerne, do nosso DNA, que é: DAR FRUTOS! O fruto é resultado do crescimento saudável e completo da vida cristã.

Se não damos frutos, seremos cortados da videira e morreremos. Mas, se damos, então nosso Pai Celestial nos poda para que possamos dar ainda mais fruto, esse é o cuidado de um Pai amoroso! A poda nos ajuda a crescer e nos desenvolver ainda mais na plenitude do que Ele tem para nós! Adquira folhas, mas não perca os seus frutos!

REFLETIR

O que pode acontecer se vivermos uma vida sem frutos, sem crescimento saudável?

Quando vivemos uma vida que busca apenas o aprimoramento e crescimento das nossas folhas – que são, sim, coisas boas e que devem ser buscadas, mas não somente elas! – corremos o risco de perder o TEMOR ao Senhor!

Quando perdemos nosso temor ao Senhor, então perdemos tudo. Muitas vezes na vida achamos que perder o trabalho, pessoas queridas, dinheiro, posses ou quaisquer outras coisas desta terra nos levam ao fim da nossa vida, mas, na verdade, é quando perdemos o temor ao Senhor que perdemos tudo na nossa vida.

O temor ao Senhor – o medo de estar longe, distante, de não fazer a vontade dEle – é o que nós não podemos perder. Se temermos ao Senhor, então certamente nossa vida irá crescer, pois receberemos a sabedoria de Deus (Pv 9:10) para, então, saberemos como cultivar e usar nossas folhas, sem esquecer de darmos frutos, que permanecem e alcançam a outros – cumprindo o propósito que fomos criados!

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

Diante dessas verdades, você acha que na sua vida tem buscado desenvolver mais as folhagens do que os frutos?

É fácil afirmamos dentro da igreja e nos bons momentos que Deus é bom, que confiamos nEle. Mas, muitas vezes, na hora da dificuldade ou em certas áreas da nossa vida, agimos de forma contrária ao que Deus diz e ao que nós, como cristão, sabemos e cremos.

Somos chamados a crer e agir sabendo que Deus está conosco em todas as situações! Estamos sob a poderosa mão de Deus e acreditar nisso é ser cristão de verdade. Quando cremos nisso e estamos conectados à videira, não precisamos nos preocupar com o dia de amanhã, em desenvolver nossas folhas, comprando mais, sendo melhor; mas confiamos tudo a Deus e nos lembramos do nosso DNA que é: dar frutos e nos reconectamos à videira que é Jesus.

Em Lucas 5:1-7, vemos a crise que Pedro vivia quando, sendo um exímio pescador e provedor da sua família, não consegue obter sucesso no que ele faz. Trabalhou durante uma noite toda e não obteve nenhum resultado. Então Jesus aparece, mas, ao invés de suprir a necessidade de Pedro, Ele pede algo emprestado para ele.

Isso pode soar até mesmo como uma insensibilidade de Jesus, não é mesmo? Mas Ele tinha outro plano. Pedro então empresta o barco, ouve Jesus pregar e, depois disso, recebe o milagre de Deus e tem uma pesca maravilhosa!

 Quando parecer que Jesus não está atento, saiba que Ele sempre está atento. O importante não é Ele suprir a sua necessidade ou realizar o que você esperava naquele momento, mas sim Ele estar no barco da sua vida. Porque quando Ele está no barco, a qualquer momento, Ele irá dizer “volta e faça mais uma vez”, então faremos e experimentaremos o milagre, pois a mão Dele estará sobre nós.

Se você hoje se sente como alguém que deixou de dar frutos, que está cansado ou que até mesmo se sente esquecido, saiba que se Deus está no seu barco, então tudo irá ocorrer bem! Se arrependa de, muitas vezes, ter deixado Ele sair do barco para que você pudesse buscar a sua própria vontade, esquecendo do temor ao Senhor e reconecte-se à videira, pois você crescerá de forma saudável, surpreendente e dará muito fruto! 

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: