SENTIR (quebra-gelo)

Para você, o que significa crescer na vida? Você já fez compromissos que acreditou que te fariam se desenvolver mais? Como foi?

APRENDER

O que “crescer” tem a ver com o nosso relacionamento com Deus?

Absolutamente tudo! Crescer tem a ver com estarmos vivos e saudáveis, com ampliarmos, nos desenvolvermos. E podemos crescer em nossa vida espiritual, ser mais maduros e nos aproximarmos mais ainda do nosso Pai de amor.

Alguns compromissos nos ajudam nessa caminhada, e o primeiro deles é a oração.

Como a oração desenvolve a nossa vida espiritual?

É através dela que nos conectamos com Deus e expressamos nosso amor e devoção a Ele. Ela nos capacita a viver colocando o primeiro mandamento – amar a Deus sobre todas as coisas – como nossa maior prioridade, o que fará com que vivamos na plenitude o segundo mandamento – amar o próximo como a nós mesmos.

Jesus prometeu em João 15:5: “Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dará muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” Quando temos uma vida de oração, estamos conectados à videira, recebendo alegria completa, entendimento e revelação.

A oração é parte da vida de liberdade que o Senhor tem para nós. Ele quer que sejamos como andorinhas livres no céu. O problema é que muitas vezes escolhemos viver enjaulados, presos à religião e a costumes que não vem de Deus. E isso acontece porque não O vemos como quem Ele realmente é, nosso Pai que nos ama profundamente.

Sem uma visão correta sobre Deus, nossa vida de oração não se sustentará. A forma como O vemos determina como nos aproximamos dele. Muitas vezes, pensamos que Ele é um juiz exigente e irado, que nos obriga a orar para mostrar nossa devoção. Mas isso não é verdade. Deus quer Se relacionar conosco, Ele é um Pai amoroso e um Noivo apaixonado.

Jesus deixa isso claro quando faz a Sua oração em João 17: “Dei-lhes a glória que me deste, para que eles sejam um, assim como nós somos um: eu neles e tu em mim. Que eles sejam levados à plena unidade, para que o mundo saiba que tu me enviaste, e os amaste como igualmente me amaste” (v. 22-23). Somos filhos amados, noiva amada (Ef. 5:29-32).

Sabendo de tudo isso, como podemos criar uma vida de intimidade com Deus capaz de transformar o mundo?

Há algumas ferramentas que podem nos ajudar:

  1. Orar a Palavra

Intimidade não se conquista somente com o estudo da Palavra, mas com diálogo de coração para coração. Orar a Palavra, declarando suas verdades de volta para Deus, é muito diferente de fazer um estudo bíblico. A Bíblia testifica de Jesus não para que possamos ter mais conhecimento, mas para que tenhamos relacionamento com Ele, para que possamos amá-lo mais e conversar com Ele através da oração (Jo. 5:39-40).

Precisamos transformar as palavras da Bíblia em um diálogo produtivo com o Senhor. Você consegue pensar num exemplo de como faria isso?

  1. Orar diariamente por avivamento e justiça

Além de nos aproximar de Deus, a oração também é uma ferramenta para liberar a Sua justiça. Deus escolheu governar a terra em parceria conosco por meio da intercessão (Lc. 18:7-8). Quando oramos em concordância com a Palavra que já foi profetizada, autorizamos o Espírito Santo a agir em nossa cidade, em nossa casa, na igreja. Intercessão é falar a Palavra de Deus de volta para Deus.

  1. Orar diariamente pelos doentes e oprimidos

Orar pelos doentes e oprimidos é um mandamento do Senhor a nós, e não uma opção. Jesus falou sobre isso: “Curem os enfermos, ressuscitem os mortos, purifiquem os leprosos, expulsem os demônios. Vocês receberam de graça; deem também de graça” (Mt. 10:8); e Tiago também: “Entre vocês há alguém que está doente? Que ele mande chamar os presbíteros da igreja, para que estes orem sobre ele e o unjam com óleo, em nome do Senhor. A oração feita com fé curará o doente; o Senhor o levantará. E se houver cometido pecados, ele será perdoado” (Tg. 5:14-15).

O Espírito Santo curará muito mais pessoas se orarmos por elas, se simplesmente declararmos a Palavra de Deus sobre elas. Deus está nos chamando para fazer a obra do Seu Reino todos os dias!

REFLETIR

Em qual desses itens precisamos de uma mudança em nossa vida?

Não adianta pensarmos que estamos 70% em um item e 50% no outro. Precisamos de sua totalidade. Ou temos uma vida de oração que nos leva a crescer a nos desenvolver em nossa vida espiritual, ou não. Esse é o momento de sermos transparentes conosco, de reconhecermos onde temos falhado e no que podemos melhorar.

Deus quer agir em nossas vidas de maneira sobrenatural, quer nos usar como fez com Jesus: “Jesus ia passando por todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando as boas novas do Reino e curando todas as enfermidades e doenças” (Mt. 9:35). E isso só é possível se nos comprometermos a orar. Só conseguiremos cumprir a Grande Comissão que nos foi dada se tivermos intimidade com o nosso Pai de amor.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

Como você enxerga Deus?

Consegue vê-lo como um Pai de te ama profundamente, como um Noivo que anseia estar mais perto de você? Se não, procure seu discipulador ou um amigo mais maduro, confesse seus sentimentos e deixe que o Senhor mude a sua maneira de pensar e de enxergar. Ele quer ter um relacionamento íntimo e profundo com você. Deixe que essas verdades invadam o seu coração e criem raízes.

Líder, neste momento, ore por aqueles que não conseguem enxergar Deus como um Pai de amor, que têm uma visão distorcida de Seu caráter. Ore por libertação e para que a verdade da Palavra esteja em seu coração.

Qual é a sua maior dificuldade quando se trata do compromisso de uma vida de oração?

Esse compromisso precisa começar conosco. Não adianta fazermos milhares de promessas, se não fizermos um compromisso pessoal, em primeiro lugar. Arrependa-se e comprometa-se e investir tempo e esforço para ter um relacionamento íntimo e profundo com o Senhor. Fale com Ele, ore a Palavra, ore por justiça e avivamento, ore pelos doentes e oprimidos. Experimente de um nível mais profundo com Aquele que te ama tanto!

Neste momento, separe duplas ou trios para que as pessoas possam compartilhar suas dificuldades com relação à sua vida de oração e orar umas pelas outras.

Incentive todos a compartilhar. Esteja atento àqueles que precisam de encorajamento e àqueles que precisam confessar para receber ajuda. Ore por todos.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: