SENTIR (quebra-gelo)

Você gosta de comprar roupas novas? Por quê? Como você se sente com elas? O que você faz com as roupas velhas?

APRENDER

Quando vemos a maneira como uma pessoa se veste, o que podemos saber sobre ela?

Podemos deduzir a profissão de uma pessoa por seu uniforme. Muitas vezes, deduzimos a sua posição social, sua condição financeira. Pensamos que as roupas nos dizem muito sobre alguém. Mas, na verdade, isso só mostra a nossa tendência de julgas as pessoas pela sua APARÊNCIA.

E não é assim que o Senhor faz. Ele não olha a aparência, mas sim o coração. Foi assim quando escolheu Davi para ser rei. O profeta Samuel foi até a casa de Jessé e pensou que Deus ungiria um de seus filhos fortes, maduros. Mas o Senhor disse a ele: “Não o julgue pela aparência nem pela altura, pois eu o rejeitei. O Senhor não vê as coisas como o ser humano as vê. As pessoas julgam pela aparência exterior, mas o Senhor olha para o coração” (1Sm. 16:7).

Deus vê além do aparente.

Quais as consequências que essa preocupação com as aparências traz para nós?

Quando estamos focados no exterior, não enxergamos o processo que está acontecendo do lado de dentro, não vemos o Senhor trabalhando. Nada acontece imediatamente. O próprio Davi é um exemplo disso. Ele foi ungido rei, mas só assumiu a posição de rei muitos anos depois. Deus estava trabalhando no seu coração e no seu caráter durante esse processo. E Ele faz a mesma coisa conosco.

É como Jesus descreve na parábola da semente que cresce, em Marcos 4:26-29: “O Reino de Deus é como um lavrador que lança sementes sobre a terra. Noite e dia, esteja ele dormindo ou acordado, as sementes germinam e crescem, mas ele não sabe como isso acontece. A terra produz as colheitas por si própria. Primeiro aparece uma folha, depois se formam as espigas de trigo e, por fim, o cereal amadurece. E, assim que o cereal está maduro, o lavrador vem e o corta com a foice, pois chegou o tempo da colheita”.

Se Deus vê o nosso coração, ele sabe o nosso chamado e destino – por isso precisamos conhece-lo mais.
Sim! Ele tem um chamado e um destino para cada um de nós. Muitas vezes, nos comparamos com as outras pessoas e pensamos que o que o Senhor está fazendo em nós não é algo grandioso, porque não vemos nada. Aparentemente, não parece com o que vemos Ele realizando na vida dos outros. Nos prendemos ao nosso passado e não conseguimos enxergar o que o Senhor já está fazendo.

Mas, realizar grandes coisas é fazer o que Deus nos chamou para fazer. E isso não acontece em cima de um palco, com um microfone, é algo que começa no coração. Nós somos responsáveis por fazer o que o Senhor nos chamou para fazer. Por isso, precisamos dar graças por tudo o que Ele já tem feito em nós e através de nós. Quando formos fiéis no pouco, Ele poderá nos colocará sobre o muito!

REFLETIR

Como eu posso responder ao chamado de Deus?

Há duas maneiras: ou respondemos com fé e coragem, ou com incredulidade e medo. Quando foram ver a terra prometida, os 12 espias viram a mesma coisa, mas 10 reagiram com incredulidade – duvidaram que Deus os faria entrar e vencer. Josué e Calebe acreditaram nas promessas de Deus, e no seu caráter – Deus fará o que Ele disse que ia fazer! Eles não foram chamados para ir até lá e ver se era possível entrar na terra, mas sim para definir uma estratégia para tomarm posse da terra. Não se tratava de decidir se iam tomar, posse, mas como! Se queremos ver milagres, precisamos focar nas possibilidades e não nos problemas.

Em Marcos 10, vemos a história de Jesus curando um mendigo cego. Quando Jesus o chamou, antes de fazer qualquer coisa, aquele homem tirou a sua capa – ela identificava o seu problema, era um sinal de que ele era cego e mendigo (v. 46-52).

Quando somos chamados, precisamos reagir com fé e coragem, e jogar nossas roupas velhas fora, porque Jesus quer nos vestir com as Suas roupas: “Não mintam uns aos outros, pois vocês se despiram de sua antiga natureza e de todas as suas práticas perversas. Revistam-se da nova natureza e sejam renovados à medida que aprendem a conhecer seu Criador e se tornam semelhantes a ele” (Cl. 3:9-10).

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

Quais roupas você tem vestido?

Você tem se apegado às coisas antigas? À maneira como você era, às coisas que aconteceram na sua vida, ao que disseram sobre você? O Senhor está te chamando para algo novo e Ele quer te dar novas vestimentas. Quando morreu na cruz, Jesus nos deu o direito de ter tudo o que era dele. E é isso que Ele tem para você.

Assim como aquele mendigo cego, ouça o chamado de Jesus e tire tudo o que é antigo e que definia você. Vista-se do novo e viva com uma nova maneira de pensar e de agir.

Se preciso, procure um amigo, o seu discipulador ou líder de célula e confesse, fale sobre o que ainda te prende ao passado, sobre o que você ainda carrega. Peça que ele ore por você e seja liberto, em nome de Jesus!

Incentive todos a compartilhar. Esteja atento àqueles que precisam de encorajamento e àqueles que precisam confessar para receber ajuda. Ore por todos.

Siga-nos: