Você crê, de todo o seu coração, que Deus é bom?

Todo relacionamento envolve CONFIANÇA. E não é diferente quando se trata do nosso relacionamento com Deus. Mas o que isso tem a ver com fé? Tem tudo a ver. A fé verdadeira confia, acima de tudo, que Deus é bom.

O cantor Paulo Cesar Baruk tem uma música que fala exatamente sobre isso, sobre crer na bondade infinita de Deus.

“Então chega o dia de viver tudo o que se aprendeu. E a enxergar até o que não se pode ver. Chega o dia de entender até ouvir um não de Deus. Mas sem duvidar que Ele continua sendo bom”.

(Vídeo: Ele Continua Sendo Bom “Vídeo Letra/Projção”. Clique no link para ouvir a música: https://www.youtube.com/watch?v=4IcaiJh-cZY)

Você já parou para pensar o quanto você duvida que Deus é bom?

Na teoria, é fácil pensar que confiamos na bondade de Deus. Mas, toda vez que achamos que Ele NÃO VAI fazer alguma coisa e queremos ter o controle da situação, duvidamos de que Ele é bom.

Isso acontece muito mais vezes do que gostaríamos de admitir e tem a ver com a maneira como enxergamos Deus. Ele nunca quis criar uma religião, sempre quis um relacionamento. Em Êxodo, quando falava com Moisés no Monte Sinai, Deus disse: “Agora, se me obedecerem e cumprirem minha aliança, serão meu tesouro especial dentre todos os povos da terra, pois toda a terra me pertence. Serão meu reino de sacerdotes, minha nação santa” (19:5-6).

Tesouro especial, reino de sacerdotes, nação santa. Isso tem a ver com relacionamento e não com religião. O problema é que nós, homens, preferimos uma religião, um mediador. No capítulo seguinte de Êxodo, depois de Deus dizer essas coisas a Moisés, Ele se manifesta ao povo como uma nuvem escura com trovões, raios e fumaça. Eles poderiam ter ouvido o Senhor eles mesmos, mas tiveram medo e disseram que não queriam se aproximar. Usaram um mediador, Moisés, para falar por eles (20:18-21).

Como o povo fez, nós, muitas vezes, escolhemos não estar na presença de Deus, escolhemos não nos aproximar dele e preferimos que alguém faça isso por nós. Vivemos de experiências de outras pessoas. E isso nos impede de experimentar e crer na bondade do Senhor para conosco.

Você quer a presença de Deus? (Êx. 33:13-19)

Diferente do povo, Moisés preferiu conhecer a Deus face a face. Quando ele pede que Deus mostre a sua glória, a sua presença, Ele responde: “Diante de você farei passar toda a minha BONDADE” (v. 19). Deus é infinitamente bom, isso é parte do Seu caráter e, por isso, podemos confiar completamente na Sua bondade.

Deus, o nosso Pai, é muito bondoso para conosco. A Palavra nos confirma isso várias vezes: “Quanto custam dois pardais? Uma moeda de cobre? No entanto, nenhum deles cai no chão sem o conhecimento de seu Pai. Quanto a vocês, até os cabelos de sua cabeça estão contados. Portanto, não tenham medo; vocês são muito mais valiosos que um bando inteiro de pardais” (Mt. 10:29-31).

Paulo lembra do maior sacrifício feito em nosso favor: “Que podemos dizer diante de coisas tão maravilhosas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Se ele não poupou nem mesmo seu próprio Filho, mas o entregou por todos nós, acaso não nos dará todas as outras coisas?” (Rm. 8:31-32). Deus já nos deu o melhor, já sacrificou o Seu Filho em nosso favor. Essa é a maior prova de Sua bondade!

Além de ser bondoso para conosco, Ele também é bom com aqueles que estão ao nosso redor. Como na história de Atos 27, em que Paulo enfrenta uma tempestade por mais de três semanas em um navio. Então, aparece um anjo a ele e diz: “E Deus, em sua bondade, concedeu proteção a todos que navegam com você” (v. 23-26). Deus estava protegendo Paulo, mas todos os que estavam com ele foram beneficiados e sobreviveram.

Do que você tem medo?

A bondade de Deus não está limitada pelas nossas falhas ou pelas falhas daqueles que estão conosco. Ele nos abençoa porque Ele é bom e nunca vai mudar (Lc. 18:19)!

Deus é infinito em bondade e Jesus é o nosso bom Pastor (Jo. 10:11-15, 27-30). Somos suas ovelhas, alvos do Seu amor, cuidado e bondade. Podemos confiar!

Precisamos aprender a nos relacionar com um Deus que é bom em Sua própria essência. Ele já nos deu todas as provas de que precisamos, mesmo que não mereçamos. Somos Seu “povo escolhido, nação santa, propriedade exclusiva” (1Pe. 2:9).

Você tem vivido crendo na bondade de Deus para com você?

Quando duvidamos de que Deus é bom para conosco, vivemos uma vida pesada, cheia de problemas e reclamações, pensando que precisamos ter o controle. Não descansamos! E o nosso bom Pai tem uma vida abundante para nós. Mas, para isso, precisamos crer na Sua bondade.

Se você tem vivido cansado e sobrecarregado, lembre-se de tantos momentos em que o Senhor demonstrou a Sua bondade a você, principalmente de quando Ele entregou Jesus para morrer por seus pecados na cruz. Busque na Palavra todas as histórias que Ele deixou para que pudéssemos continuar confiando em Seu caráter. Creia que Deus é bom, mesmo que você ainda não consiga enxergar uma saída. Creia que Ele não muda e continua cuidando de você pelo simples fato de que Ele é bom!

Muitas vezes, algumas pessoas podem nos ajudar a enxergar a bondade de Deus. Se você está tendo muitas dificuldades, procure seu discipulador. Confesse sua falta de fé na bondade de Deus e seja livre para crer!

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: