O que significa paixão? O que isso significa para você?

A definição do dicionário para a palavra paixão é: sentimento intenso que possui a capacidade de alterar o comportamento, o pensamento e as ações. Logo, para nós cristãos, é impossível falar de igreja e GCEM sem falar de paixão. É a paixão que que dá o interesse por essas duas coisas.

Sem paixão, sem algo que nos mova em direção à igreja e ao GCEM, fica um pouco difícil: vem o desânimo, vem o cansaço e tantas outras coisas. Mas, quando temos paixão, a igreja e o GCEM se tornam tremendamente fortes dentro de nós e somos capazes de priorizar a vida em comunidade acima de outras coisas.

Precisamos de paixão para viver uma vida em plenitude na igreja e no GCEM.

O que a paixão é capaz de fazer?

2 Reis 6:1-7

Será que é possível fazer flutuar um machado? Alguém já viu um machado flutuar?

Nos dias de Elias e Eliseu estava havendo uma grande apostasia. As pessoas estavam abandonando a fé devido às pressões que estavam vivendo. Elas estavam abandonando seus líderes, abandonando os cultos e abandonando a Deus. E essa apostasia estava se alastrando muito entre o povo de Deus.

Elias, depois do confronto com os profetas de Baal, quando ordenou que o povo parasse de ficar “indo e vindo”, ou seja, ora cultuando a Deus, ora cultuando a Baal, fez com que as pessoas tomassem um posicionamento e escolhessem servir a Deus.

Isso fez com que eles fossem obrigados a formar escolas, seminários, para receber aqueles que estavam se convertendo.

O texto que lemos fala de uma dessas escolas. E ela estava crescendo tanto, que as acomodações estavam ficando pequenas, o que levou os alunos de Eliseu a enxergarem um problema: onde acomodariam todos aqueles que estavam chegando? Mas os próprios alunos deram a solução (v. 2): cada um foi e pegou uma viga.

Ainda nesse versículo, vemos que a função do líder é ENVIAR, ESTIMULAR as pessoas que estão ao lado dele. Isso significa que ele deve ajudar, cooperar com aqueles que estão ao seu lado, mas deixando claro que, cada um tem potencial para fazer a sua parte.

O líder não pode fazer tudo sozinho. Ele precisa de pessoas para ajudá-lo e se dispor a acompanhar e servir no que for preciso. Ele precisa “emprestar o machado”, ensinar como servir e equipar aqueles que se dispuserem a trabalhar. Isso é o que importa: fazer o que está a seu alcance, contando com o apoio e o auxílio daqueles que estão ao seu lado.

Como pessoas apaixonadas por Jesus, qual é a nossa parte? O que cabe a nós fazer?

A maior dificuldade que enfrentamos em nossos dias é “pegar o machado e cortar viga”. Existem pessoas dispostas a nos “emprestar o machado”, mas, estamos dispostos a ir cortar as vigas?

Nós, por vezes, mesmo dentro da nossa casa ou da nossa igreja, enxergamos problemas que precisam ser resolvidos, mas, na hora de trabalhar, poucos querem tomar a frente. Mas, a obra de Deus não é feita por uma pessoa apenas. Ela é feita por todas as pessoas.

Nós não podemos e não conseguimos fazer nada sozinhos. Precisamos nos apropriar daquilo que Deus colocou em nossas mãos para fazer e não apenas viver “deixando que o outro faça”. Cada um de nós precisa ir e cortar a sua viga, ou seja, fazer a parte que nos cabe. Não basta apenas ficar apontando o que está errado e esperar que alguém conserte.

Lembre-se que existem vigas para serem cortadas, e, assim como na Parábola dos Talentos (Mateus 25:14-30), o Senhor espera que sejamos capazes de cumprir aquilo que Ele confiou a nós.

1 Coríntios 10:12

Às vezes, durante a nossa vida cristã, como vimos no versículo 5, “o machado cai”. Isso quer dizer que irão haver dificuldades na vida de cada um daqueles que está servindo na obra de Deus. Ninguém está livre disso. Mas não podemos comparar as atitudes que tomaríamos se estivéssemos no lugar de outros, dizendo: “se eu estivesse no lugar de fulano, não faria isso”.

Não devemos julgar ninguém e nem ficar apontando os defeitos dos outros, pois nenhum de nós está livre. O peso dos problemas que enfrentamos é tão grande, que faz com o que os nossos machados caiam, ou seja, a nossa paixão diminua e nós deixamos de fazer aquilo que deveríamos estar fazendo.

Eclesiastes 10:10

A solução para esses momentos é “bater com mais força”, ou seja, nos apegar a fé e buscar ao Senhor e Sua vontade com mais vigor! Não precisamos sair batendo o machado de qualquer forma, julgando, apontando erros, brigando com todos aqueles que estão ao nosso lado, mas sim “amolar” o nosso machado de acordo com a Palavra do Senhor, ATRAVÉS DE UMA VIDA COM DEUS, REGADA DE ORAÇÃO!

Você tem tido dificuldades em compartilhar a missão de cortar vigas? Tem encontrado dificuldades em exercer pela fé, aquilo que o Senhor tem te chamado para fazer? Como está a sua fé e sua vida de oração?

Para o cristão, a oração é a prática mais básica. É através da oração que “amolamos o nosso machado”. Com o machado cego, não podemos chegar a lugar nenhum, pois todo o nosso esforço será em vão.

Além disso, precisamos de SABEDORIA para tomar decisões, falar no momento correto e corrigir aquilo que tem nos atrapalhado a prosseguir.

Como está o seu machado? Você o tem amolado através da vida de oração, da leitura da Palavra e do discipulado? Precisa de sabedoria para tomar decisões e enxergar a direção de Deus para a sua vida?

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: