Você sabe o que é uma frustração? Já foi frustrado em algum momento da sua vida? Como se sentiu?

Nós aprendemos com o livro de Tiago que há dois tipos de sabedoria: a sabedoria do Alto (celestial) e a sabedoria terrena (demoníaca). Nós vimos que a sabedoria terrena tem como marca a inveja e a ambição egoísta.

Essa sabedoria traz amargura e divisão e é a base para todas as decisões do homem que deseja ter o controle das coisas. Quando os homens estão no controle, o resultado é sempre confusão e todo tipo de males. Mas há outro tipo de sabedoria: a do Alto.

Tiago diz que essa sabedoria é pura, pacífica, amável e cheia de misericórdia. Ela não julga e sempre dá resultado. Essa é a sabedoria que Deus deseja nos dar. Vimos também que sabedoria não é o mesmo que inteligência. A sabedoria é sobre saber aplicar a inteligência, saber como tomar decisões. Ser sábio e é ser humilde e conseguir se relacionar bem com os outros.

Você já se perguntou por que não consegue aquilo que deseja?

Tiago 4:1-3

Logo depois de falar a respeito dos tipos de sabedoria, Tiago nos ensina a respeito da frustração. Todos nós já passamos por uma frustração, certo? Perguntamos por que outras pessoas prosperam mais do que nós, por que lutamos tanto e as coisas parecem não dar certo, por que outras pessoas parecem sempre estar contra nós, por que não temos coisas que os outros tem… Já se fez essas perguntas? São perguntas de frustração.

Tiago mostra nessa passagem um cenário de frustração: pessoas lutando, buscando, mas sem alcançar nada. Ele está falando a respeito das coisas que existem dentro de nós: inveja, egoísmo… Ele está falando de alguém que pensa em si mesmo o tempo todo.

Marcos 7:21-23

Jesus mostrou a causa do problema: o coração do homem. E é ele que precisa ser tratado. Por isso é tão importante nascer de novo e receber de Jesus um novo coração, pois a raiz das nossas frustrações está em nosso coração. Enquanto não temos a experiência de nascer de novo, lutamos, brigamos, vamos atrás, mas nunca conseguimos, pois existe um problema dentro de nós.

Tiago nos ensina que precisamos fazer um exame em nosso coração: existe inveja? Existe cobiça, egoísmo? Existe orgulho? Quais são as nossas verdadeiras motivações e intenções? O que tem nos movido?

Muitas vezes temos lutado pelas coisas certas, mas a motivação não é certa. O que deveríamos fazer então?

Pedir ao Pai! Ao invés de cobiçarmos aquilo que não temos, deveríamos ser gratos por aquilo que já temos. Ao invés de invejar o que os outros tem, deveríamos pedir ao Pai aquilo que precisamos. Nós somos filhos! Deus nos ama e quer nos abençoar!

Devemos pedir a Ele que sonde o nosso coração, mostre as motivações erradas e nos dê as motivações corretas!

Tiago 4:4-5

Tiago deixa claro que Deus nos ama e que somos Seus filhos. Por sermos filhos de Deus, recebemos o Espírito Santo. O problema é que quando enfrentamos dificuldades, vamos buscar soluções longe de Deus.

Vamos buscar a realização dos nossos desejos e das nossas necessidades usando o esquema mundano, focado no egoísmo e na mentira. O esquema mundano sempre prejudica alguém para que outro saia melhor.

A Palavra de Deus chama isso de ADULTÉRIO ESPIRITUAL, ou seja, é uma traição a Deus. O Espírito Santo, que habita em nós, não quer nos dividir com o mundo. Ele não quer nos ver na pior. Deus tem ciúme porque se importa conosco. Não é o ciúme da possessão, do controle. É o ciúme do amor.

Tiago 4:6 / Provérbios 3:34

Quando dizemos que somos filhos de Deus e temos sonhos, planos e projetos, mas ao invés de pedir ao Pai tomamos as nossas próprias decisões, Deus se opõe, por causa do orgulho. Se ficarmos orgulhosos, nossos planos vão se frustrar.

Mas se reconhecermos que erramos, nos humilharmos, Ele concede graça. A graça de Deus é para os que se humilham e reconhecem que precisam dEle.

Qual é o caminho para alcançarmos a graça de Deus?

Tiago 4:7-8

Quando nos humilhamos e nos submetemos a Deus, o inimigo foge de nós. Precisamos sondar o nosso coração e checar se existem acessos pelos quais o inimigo tem entrado. Nosso coração é o trono de Deus. O inimigo não deve ter acesso a ele.

Limpar as mãos significa se arrepender das práticas ruins, que nos impedem de chegar a Deus e receber as respostas que precisamos. Isso acontece por conta da mente dividida.

Como fazer isso?

Tiago 1:5-8

A causa de uma mente dividida e de não receber sabedoria nem RESPOSTAS de Deus é um coração impuro. O coração impuro é a causa das frustrações e se manifesta através do orgulho, da inveja, das motivações erradas, de não se submeter a Deus, do adultério espiritual, que é viver segundo os padrões do mundo e da mente dividida, que é não ter fé para pedir a Deus e crer que vai receber.

Precisamos nos livrar dessas coisas se quisermos purificar o nosso coração e nos aproximar de Deus. Ele deseja nos abençoar e está pronto para nos receber de volta, mas precisamos sondar e purificar o nosso coração.

Você tem tido dificuldades para se aproximar de Deus? Existe alguma situação dividindo a sua mente?

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: