SENTIR (quebra-gelo)

Você já foi afrontado? Já viveu um problema que acreditava ser grande demais?

APRENDER

Você já sofreu uma afronta?

Muitas vezes, durante muitos cultos, ouvimos sobre a glória de Deus. Lemos muitos textos que se referem a isso, e muitas das histórias bíblicas que conhecemos fazem algum tipo de citação à glória de Deus, e também cantamos músicas que falam sobre a glória de Deus.

Mas será que sabemos o que isso significa de verdade? Sabemos como ela se manifesta e como podemos ser participantes da glória de Deus? Veja esse texto:

“Golias parou e gritou para as tropas israelitas: “Por que saíram todos para lutar? Eu sou filisteu, e vocês são servos de Saul. Escolham um homem para vir aqui e lutar comigo! Se ele me matar, seremos seus escravos. Mas, se eu o matar, vocês serão nossos escravos! Desafio hoje os exércitos de Israel. Mandem um homem para lutar comigo!”. Quando Saul e os israelitas ouviram isso, ficaram aterrorizados e muito abalados.” – 1 Samuel 17:8-11

A bíblia nos conta que os exércitos de Israel e dos Filisteus estavam frente a frente, prontos para uma batalha. Quando Golias saiu do meio deles e desafiou os homens de Israel. As palavras de Golias e a atitude de guerreiro que ele tinha certamente afrontaram a todos os homens que estavam ali presentes. Golias estava humilhando os homens de Saul, e proferiu palavras fortes contra eles durante 40 dias. Podemos chamar esse texto de: “A afronta”.

A convicção

“Davi respondeu ao filisteu: “Você vem a mim com uma espada, uma lança e um dardo, mas eu vou enfrentá-lo em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, que você desafiou. Hoje o Senhor entregará você em minhas mãos, e eu o matarei e cortarei sua cabeça. Então darei os cadáveres de seus homens às aves e aos animais selvagens, e o mundo todo saberá que há Deus em Israel! E todos que estão aqui reunidos saberão que o Senhor salva seu povo, mas não com espada nem com lança. A batalha é do Senhor, e ele entregará vocês em nossas mãos!”. Quando o filisteu se aproximou para atacar, Davi foi correndo enfrentá-lo. Enfiou a mão na bolsa, pegou uma pedra e atirou-a com sua funda. A pedra acertou o filisteu na testa e ficou encravada ali. E Golias caiu com o rosto em terra. Assim, Davi venceu o filisteu e o matou com apenas uma funda e uma pedra, pois não tinha espada. Em seguida, correu até o filisteu, puxou da bainha a espada dele e a usou para matá-lo e cortar-lhe a cabeça.”- 1 Samuel 17:45-50

Esse texto foi a resposta de Davi a afronta de Golias. O gigante falou sobre o que estava em seu coração, e Davi também. Por isso a glória de Deus diz respeito ao que está em seu coração.

Davi não quis conversar com o gigante, não teve papo, quando Davi percebeu a afronta ao Senhor imediatamente foi ao encontro dele e com convicção respondeu que aquela batalha não era contra os exércitos de Israel, mas contra o próprio Deus.

Nós podemos experimentar a glória de Deus, nós vemos a glória de Deus em um testemunho, em uma oração, em uma situação controvérsia, em uma circunstância que fica contra nós. Nosso posicionamento diante dessa situação é que determina se vamos experimentar a gloria de Deus ou não. O posicionamento de Davi fez com que ele obtivesse a vitória.

REFLETIR

Como você lida com os problemas que você enfrenta?

Quando nós recuamos diante das situações difíceis, deixamos de ver a gloria de Deus manifesta em nossa vida. Uma das ferramentas que Deus nos deixou foi a Sua glória. Muitos cristãos vivem a vida como se fossem apenas observadores, que olham as situações que acontecem ao seu redor e não percebem como aquilo pode fazer com que o nome de Deus seja glorificado.

Traga a glória de Deus para a sua vida.

Alguns de nós podem pensar que a glória de Deus é algo abstrato, que não se pode ver ou pegar. Realmente isso é verdade. Mas quando nós mudamos a nossa motivação, quando colocamos o Senhor em primeiro lugar em nossa vida, a glória de Deus se transforma em algo que nós podemos participar, algo que fazemos parte.

Quando somos afrontados, quando problemas se levantam contra nós, podemos nos magoar, podemos ter raiva, podemos acreditar que aquela situação está nos humilhando, mas esse pensamento se refere apenas a nós mesmos. Porém, quando colocamos a glória de Deus como nossa motivação, os gigantes caem, porque não estão lutando contra nós, mas estão tentando impedir que o nome do Senhor seja glorificado. Quando olhamos para os problemas que passamos em nosso dia a dia e desejamos glorificar a Deus, o problema se transforma em uma ferramenta para glorificar o nome do Senhor.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

O que tem motivado você diante das situações difíceis?

Deus não nos fez filhos para que eles sejam omissos, para que apenas observem os milagres que acontecem na vida dos outros. Deus nos fez filhos para que sejamos participantes da gloria dEle. Deus nos amou, entregou Seu único filho para que nós fossemos reconectados com Ele, para assim a gloria de Deus se manifestar em nossa vida.

Não podemos recuar diante dos problemas, Davi não recuou, mas quando o gigante se levantou Davi se posicionou como filho e participante da gloria de Deus.

Se nós recuamos diante das situações difíceis, deixamos de ver a gloria de Deus manifesta em nossa vida.

 “Mas alegrem-se à medida que participam dos sofrimentos de Cristo, para que também, quando a sua glória for revelada, vocês exultem com grande alegria.” – 1 Pedro 4:13

Líder: Encoraje sua célula a orar por isso, a sondar o próprio coração, a entrega-lo ao Senhor. Em muitos momentos damos ouvido ao que o inimigo fala sobre nós, às circunstâncias que nos rodeiam, isso nos impede de fixar os olhos em Deus Pai. Ajude-os a dedicar a sua vida para a glória de Deus.

Siga-nos: