SENTIR (quebra-gelo)

Você já teve um jantar interrompido por alguém? Um encontro importante, mas que foi interrompido por alguém que queria desviar a sua atenção?

APRENDER

“Preparas uma mesa para mim na presença de meus inimigos. Unges minha cabeça com óleo; meu cálice transborda.” Salmos 23:5 NVT

Esse texto de salmos nos fala algo interessante sobre a nossa vida. Muitos de nós já deve ter realizado uma oração pedindo para que o Senhor afaste os nossos inimigos, pedindo para que os tire do nosso caminho. Esse texto deixa bem clara a resposta do Senhor a essa oração.

A mesa, no texto, representa o banquete, a fartura que Deus traz a nossa vida. O problema que nós enxergamos é que Deus prepara esse banquete na presença dos nossos inimigos. E não é o nosso desejo passar por isso.

Muitas vezes nossa atenção é disputada por problemas, situações controversas, inimigos, e mesmo quando estamos sentados a mesa com o Senhor, ficamos com os olhos fixos nas circunstâncias, no que está acontecendo ao nosso redor. O Senhor promete nos guiar e nos proteger, independente do que esteja ao nosso redor, mesmo que estejamos na presença dos nossos inimigos.

A mesa é preparada para nós, para que nós estejamos na presença dEle. Para que quando o inimigo se aproximar e tentar tirar nossa atenção, rapidamente nós podermos olhar para o Senhor e permanecer.

“Sejam todos humildes uns para com os outros, porque “Deus se opõe aos orgulhosos, mas concede graça aos humildes”. Portanto, humilhem-se debaixo da poderosa mão de Deus, para que ele os exalte no tempo devido. Lancem sobre ele toda a sua ansiedade, porque ele tem cuidado de vocês. Estejam alertas e vigiem. O Diabo, o inimigo de vocês, anda ao redor como leão, rugindo e procurando a quem possa devorar. Resistam-lhe, permanecendo firmes na fé, sabendo que os irmãos que vocês têm em todo o mundo estão passando pelos mesmos sofrimentos.”
1 PEDRO 1:5-9

O inimigo deseja nos intimidar. Ele quer que acreditemos que ele tem o controle, que nós estamos desamparados, que as coisas não vão mudar, que Deus não vai agir. O inimigo quer sentar na sua mesa. Ouvimos muitas vozes dizendo coisas ruins, colocando em dúvida a ação de Deus por nós e nos fazendo recuar em nossa fé.

O nosso Pastor prepara perante nós uma mesa, na presença de nossos inimigos, e nós temos que decidir quem se sentará ou não à mesa.

Não dê ao inimigo um lugar na sua mesa.

Se o inimigo está na sua mesa, você acha que não vai conseguir. Nossa esperança fica comprometida quando damos ouvidos a outras vozes que não são a do Senhor. Pensamos que estamos cercados, que a situação está acabada. Que nunca venceremos. Pensamos em desistir.

Se o inimigo está na sua mesa, você pensa que tem coisa melhor em outra mesa. A comparação. Quando não reconhecemos o que Deus está fazendo em nós, olhamos para os outros e desejamos o que eles têm. Desejamos o que Deus está fazendo na vida do nosso irmão. Não perseveramos porque olhamos para outros lugares e pensamos que lá está melhor, ali está diferente.

Se o inimigo está na sua mesa, você acha que não é bom o bastante para Deus. O pensamento de autocomiseração. Pensar menos de si mesmo. Pensar que não somos dignos, que não somos aceitos, que nossos erros nos excluem do amor de Deus. Pensamos que é tarde, que não existe solução.

Se o inimigo está na sua mesa, você acha que todo mundo quer prejudicar você. Pensamos nos olhares, nos pensamento dos outros. Ninguém gosta da gente. Estão falando pelas nossas costas. Estão tramando para acabar com você.

Se o inimigo está na sua mesa, todo pensamento que não provem de Deus domina sua mente. Sentimentos ruins, julgamentos precipitados. O inimigo é mentiroso, e quando permitimos que ele se sente a mesa conosco, começamos a acreditar nessas mentiras.

REFLETIR

Porém, Cristo morreu e ressuscitou para fazer de você filho e herdeiro, e ter autoridade sobre o diabo e todas as suas obras. O diabo nos odeia, porque fomos criados a imagem e semelhança de Deus.

“O ladrão vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para lhes dar vida, uma vida plena, que satisfaz. “Eu sou o bom pastor. O bom pastor sacrifica sua vida pelas ovelhas. “Eu sou o bom pastor. Conheço minhas ovelhas, e elas me conhecem, assim como meu Pai me conhece e eu o conheço; e eu sacrifico minha vida pelas ovelhas.”- João 10:10-15

Deus preparou um banquete, com todas as provisões, fartura, unção sobre a sua cabeça. O bom pastor nos chama para ter comunhão com Ele, desfrutar das vitórias que Ele conquistou por nós e para nós. Isso já é um sinal da importância que nós temos para Deus.

Se concentre menos em quem está a sua volta e mais no fato de que Ele está sentado a mesa com você.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

A presença de Deus em nossa mesa é maior do que a presença de qualquer inimigo que esteja a nossa volta.

Davi e o exercito de Israel tiveram reações diferentes quando perceberam que o inimigo estava perto. O exército se sentou e esperava, enquanto ouvia palavras de acusação. Mas Davi estava concentrado nas palavras que Deus dizia sobre ele, estava com os olhos fixos no banquete que Deus havia preparado para ele. Quando Davi percebeu o gigante, a reação dele foi se levantar e dizer chega aquela situação. Davi expulsou o inimigo da mesa quando escolheu dar ouvidos ao que Deus falava.

A fé e a coragem de Davi se baseavam em um relacionamento intimo com Deus Pai. Somente Ele estava na mesa de Davi.

“Preparas um banquete para mim na presença de meus inimigos. Unges minha cabeça com óleo; meu cálice transborda. Certamente a bondade e o amor me seguirão todos os dias de minha vida, e viverei na casa do SENHOR para sempre.” Salmos 23:5-6

Decida tirar o inimigo da sua mesa.

Líder: Encoraje sua célula a orar por isso, a sondar o próprio coração, a entrega-lo ao Senhor. Em muitos momentos damos ouvido ao que o inimigo fala sobre nós, às circunstâncias que nos rodeiam, isso nos impede de fixar os olhos em Deus Pai. Ajude-os a derrotar esse gigante.

Siga-nos: