Antes da ministração do último domingo, como você enxergava o poder? O que ele significava para você? O que mudou na sua perspectiva?

 

O Reino de Deus não consiste de meras argumentações humanas, mas do poder de Deus operando (1Co. 4:20).

Todos nós temos poder, influência. Mas qual é a fonte do poder?

Muitos pensam em poder como algo relacionado a habilidades especiais, como dos mutantes e super-heróis. Outros relacionam poder ao dinheiro, a um cargo. Há o poder da mente, o poder das trevas. E há o poder de Deus. Jesus é a maior fonte de poder e deve ser a única para nós (1Co. 1:18). Tudo o que consideramos como poder de Deus passa pela morte e ressurreição de Jesus.

Que tipo de poder as pessoas procuram?

O poder que dá o controle sobre pessoas e situações, o poder que controla uma pessoa, ou o poder que ensina, guia e abençoa outras pessoas? Todos os poderes humanos visam ter controle sobre as coisas e as pessoas. E todos aqueles que buscam o poder acima de tudo, acabam sendo usados por ele. Somente o poder de Deus considera o ser humano como algo de grande valor. Os poderes humanos consideram as pessoas como meios para se atingir aquilo que se deseja.

Por que as pessoas querem poder?

Para atingir seus objetivos, para resolver seus problemas, para ter sucesso e ajudar a sua família ou para ajudar e servir aos outros?

Somente Jesus nos ensinou que todo o poder que recebemos é para ajudar e servir as outras pessoas. Deus quer dar poder aos Seus filhos, à Sua igreja. Os homens estão sempre procurando tomar o poder para si. O poder de Deus sempre visa amar e servir a outros.

 

Qual poder estamos procurando?

Se pensarmos na nossa semana, desde o último domingo, que tipo de poder buscamos? Será que é o poder de Deus? Jesus, Aquele que tem todo o poder, veio à terra e se fez carne e sangue. Morreu na cruz por cada um de nós e, quando ressuscitou, disse que todo o poder lhe foi dado no céu e na terra (Mt. 28:18). E o que Ele faz com todo esse poder? Ele dá à Sua igreja. Nós somos a igreja.

 Qual o primeiro nível do poder de Deus na vida de um cristão?

De uma maneira didática podemos enxergar o poder de Deus atuando em 3 níveis crescentes.

1º NÍVEL: O poder de ser filho de Deus (Jo. 1:12-13)

Você já havia pensado que SER FILHO DE DEUS é um PODER que foi dado a todos os que creem em Jesus? Esse nível de poder diz respeito a nós, o cuidado pessoal de Deus para com seus filhinhos. Mas, como sabemos que temos esse poder? Porque temos o Espírito Santo habitando em nós (Gl. 4:6-7; Ef. 1:13; Rm. 8:9). Quando nascemos de novo, nosso espírito nasce de novo e temos o poder de sermos feitos filhos de Deus. Essa é a nossa certeza.

Não se trata apenas de acreditar em Deus, porque os demônios também acreditam. Trata-se de reconhecer sua identidade de filho. Se temos o Espírito de Cristo, somos dele. Se não temos o Espírito, não somos dele (Rm. 8:16). E a Palavra diz que os filhos de Deus são guiados pelo Seu Espírito (Rm. 8:14).

Quais os superpoderes dos filhos de Deus?

Como filhos de Deus, temos alguns poderes que não tínhamos antes, como: entender a Palavra; falar com Deus e ouvir Ele falando conosco; ter orações respondidas ter a certeza da salvação e da vida eterna; ter a convicção de sermos amados e não rejeitados; ter a revelação dos Seus planos para a nossa vida (1Co. 2:9-10; Jr. 29:11-12). Ou seja, podemos conhecer a vontade Dele para nós, e orar de forma correta!

Qual o segundo nível de poder de Deus?

2º NÍVEL: Vitória sobre o pecado, uma vida frutífera (Gl. 5:22-24)

Há o segundo nível, que vem conforme vamos crescendo, conforme saímos da “infância espiritual”. É quando vencemos o maligno. É quando a Palavra de Deus habita dentro de nós e permanecemos (obedecemos) a esta Palavra. Nesse nível há uma mudança de comportamento, não há mais escravidão ao pecado, os relacionamentos são restaurados e o coração fica livre. Vivemos uma vida de paz, sem sermos controlados pelo medo, pelas pessoas e pelas circunstâncias.

Qual o terceiro nível de poder de Deus?

3º NÍVEL: Fazer as mesmas coisas que Jesus fez (Jo. 14:12-14; Mt. 10:1; Lc. 10:19-20; Mc. 16:17-18)

Esse é o nível da maturidade espiritual. Precisamos passar pelos outros dois níveis para atingi-lo. É quando descobrimos a autoridade que temos em Jesus, que temos o mesmo Espírito que habitava nele, e que Ele deseja, através de nós, realizar as mesmas obras. Esse tipo de fé é para os maduros, abençoa as pessoas, transforma o mundo, atrai pessoas a Cristo, e traz uma alegria maravilhosa de ser usado por Deus.

Deus cuida de nós e quer nos ensinar. Mas Ele também quer que prossigamos, que sigamos em frente e possamos abençoar outras pessoas. Se nós, como pais humanos, não queremos que nossos filhos cresçam e permaneçam infantis, mas se tornem livres e amadureçam, Deus também!

Como podemos experimentar e usar esse poder do nível 3? (Mt. 9:35-36; 2Co. 12:9)

Jesus deu autoridade e poder aos Seus discípulos para que eles pudessem alcançar outras pessoas. Esse poder do nível 3 não tem a ver conosco, mas com as outras pessoas. Ele se manifesta quando temos compaixão pelo próximo, e queremos vê-lo transformado por Jesus.

Não tem a ver com perfeição ou com o nosso desempenho. O poder de Deus se aperfeiçoa na nossa fraqueza! Nós precisamos ser os canais que levam as pessoas a Jesus. Esse é o poder que nos foi dado. E podemos experimentá-lo através de:

Amor (Mc. 12:33)

Comunhão (Mt. 18:20)

Obediência (Jo. 14:21-23)

Renúncia (Lc. 14:26-27)

Discipulado (Mt. 28:18-20

Adoração – intimidade com Deus (Mt.6:6)

Que nível de poder do Espírito você já alcançou? (1Jo. 2:12-14)

O texto da primeira carta de João fala dos filhinhos, dos jovens e dos pais. Esses são os três níveis do poder de Deus. Os filhinhos, aqueles que sabem que os seus pecados foram perdoados, que o Pai os ama e cuida deles, sabem que têm a vida eterna. Os jovens têm a Palavra de Deus e venceram o maligno, são fortes. Os pais conhecem Aquele que é desde o princípio, entendem que Deus também tem outros filhos que Ele quer resgatar.

Quando pedimos a Deus para nos mostrar como Ele vê as pessoas, vamos ficar impressionados com a maneira com que passaremos a enxergar.

Que nível de poder temos buscado?

O poder de Deus é para a Sua igreja!

Nós somos a igreja de Cristo, esse poder é para nós! Deus quer usar você para operar milagres, para abençoar as pessoas. Você precisa começar a pensar como filho de Deus, crer nessa verdade e receber o Espírito Santo.

Pergunte ao Senhor onde você está nesses níveis de poder, como tem vivido como igreja. Ele conhece você e quer que você cresça. É o conhecimento de quem Ele é que nos enche de poder e de graça, que nos faz crescer e alcançar maturidade.

Se você percebeu que ainda está no primeiro nível, ou no segundo, peça a Deus que te ajude a crescer, se disponha a pagar o preço. Abandone os pecados de têm te impedido e te segurado e siga em frente.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: