SENTIR (quebra-gelo)

Quais seriam as 4 principais qualidades do Pai ideal?
Perceba que as qualidades citadas pelas pessoas apontam para as qualidades de Deus.

APRENDER

Todos nós tivemos ou temos um relacionamento com nossos pais, exceto alguns casos, onde a figura paterna foi substituída por outra pessoa. Mas pensando bem, você acha que o relacionamento com os pais alteram a nossa vida?

Uma dificuldade para nós é acreditar em um Deus que ama incondicionalmente. Porque a relação de uma criança com seus pais, por exemplo, afeta a maneira como essa pessoa enxerga a Deus.

Desde o principio, Deus queria ser pai. Paulo diz em 2 Coríntios 6:18 NVI “e lhes serei Pai, e vocês serão meus filhos e filhas, diz o Senhor todo-poderoso.” A bíblia está cheia de relatos em que Deus deseja habitar entre nós.

A única vez em que Jesus não chama Deus de Pai é quando está na cruz carregando o nosso pecado. Mas Jesus nos salvou para que nós pudéssemos ter o mesmo relacionamento que Ele tem com o Pai. Por esse motivo, a saúde dos nossos relacionamentos, depende de como nós vemos a Deus.

Quando você ora, você chama Deus de “Deus” ou de “Pai”?

Precisamos nos lembrar de olhar para Deus como nosso Pai. Quando Jesus nos ensinou a orar Ele disse: “Pai nosso”.
Não somos mais escravos, nos foi dado um espírito de adoção, hoje nós podemos nos achegar ao Senhor sabendo disso.

“Sabemos quanto Deus nos ama e confiamos em Seu amor. Deus é amor, e quem permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele. À medida que permanecemos em Deus, nosso amor se torna mais perfeito.”
1 João 4:16-17 (NVT)

Esse texto deixa claro que não precisamos de nada para sermos amados por Deus. Muitas vezes acreditamos que é necessário fazer algo para merecer esse amor. Podemos ouvir muitas mentiras do inimigo sobre isto. Dizendo que Deus não vai nos amar, que Deus está triste, ou até mesmo dizendo que precisamos estar perfeitos para merecer esse amor. São mentiras ditas para nos afastar de Deus.

Deus não concorda com o nosso pecado, mas não deixa de nos amar por isso. Muito menos deixa de ouvir as nossas orações.

REFLETIR

Qual é a base do seu valor próprio?

O modo como nós pensamos o nosso próprio valor nos faz acreditar em mentiras.

Será que pensamos que temos valor porque: Nossa carreira está indo bem, nosso ministério está indo bem, pela nossa vida financeira, pelo reconhecimento das pessoas, pelo nosso corpo bonito, pelos nossos sentimentos, etc.

Nós podemos buscar todas estas coisas, mas quando colocamos o nosso valor em alguma delas estamos baseando nossa vida em coisas instáveis, que podem mudar a qualquer momento. Deus não muda.

O que preenche o vazio em minha vida não são as obras que eu realizo, mas o amor que Deus tem por mim.

Quando nós erramos, com pecados, vícios, decisões, ficamos envergonhados, nos escondemos e procuramos um alívio onde não existe. Parece que Jesus deu a vida por nós, mas Deus está zangado, bravo conosco. Isso não é verdade.

Nossa dificuldade em orar se deve à nossa falta de revelação de Deus como Pai.

 

O pai pensou e desejou a todos nós desde o primeiro segundo de nossas vidas, na barriga de nossas mães. Como diz no Salmo 139:13-14 “Tu criaste o íntimo do meu ser e me teceste no ventre de minha mãe. Eu te louvo porque me fizeste de modo especial e admirável. Tuas obras são maravilhosas! Digo isso com convicção…”

Nosso desempenho não nos faz ser mais amados, mesmo quando pecamos o Pai continua nos amando, e deseja que corramos para os seus braços buscando perdão e consolo.

O Pai está esperando para ter um relacionamento íntimo com cada um de nós.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

O perfeito amor de Deus expulsa todo o medo. O Seu coração é de amor e misericórdia, não de ira, nem de condenação.

Deus quer habitar em nós. Precisamos desenvolver a intimidade com Deus orando em concordância com a palavra de Deus. Ele tem muitas coisas a dizer para nós e sobre nós.

Respondeu Jesus: “Se alguém me ama, obedecerá à minha palavra. Meu Pai o amará, nós viremos a ele e faremos morada nele.”
João 14:23

Líder, paternidade é um assunto que toca em feridas profundas na vida das pessoas, esteja atento a todos que precisam ser acolhidos e abraçados.

Aproveite para falar sobre o Vida Vitoriosa, explique sobre os primeiros passos na caminhada com Jesus e o desafie para participar do SIGA-ME!

 

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: