Você já esqueceu de alguma coisa importante? Compartilhe a sua história.

Muitas vezes, com a correria do dia a dia e com a rotina cheia, acabamos nos esquecendo de diversas coisas. Podem ser coisas pequenas, como comprar alguma coisa no supermercado, dar um recado, ler a agenda dos filhos. Mas, também pode ser que acabemos nos esquecendo de coisas mais importantes, como pagar uma conta, entregar um documento, fazer um trabalho.

O problema é que, com a correria do dia a dia, também podemos acabar deixando de lado a nossa vida com o Senhor. Nos esquecemos de dedicar um tempo especial a Ele, ou, até mesmo, ficamos deixando para depois enquanto tentamos colocar a nossa vida em ordem. Jesus é a nossa maior prioridade e quando Ele está em primeiro lugar, as demais coisas também se organizam.

De acordo com a parábola das dez virgens (Mt. 25:1-13), como você define a palavra “néscio”?

O dicionário dá o significado de néscio como “característica de quem não possui conhecimento, capacidade, sentido ou coerência”. Lendo a parábola das dez virgens, que está em Mateus 25:1-13, percebemos que isso faz bastante sentido. Outras traduções da Bíblia, ao invés de “néscias” usa a palavra “insensatas” para descrever as virgens que não levaram uma quantidade a mais de óleo enquanto esperavam pelo noivo e acabaram ficando sem quando ele chegou.

Na época de Jesus, era muito comum que a noiva convidasse dez amigas, como dez damas de honra, para esperarem pelo noivo. A lei rabínica dizia que essas meninas deveriam ser virgens e ter a mesma idade. E é essa figura que Jesus usa na parábola.

Das dez virgens que estavam esperando pelo noivo, cinco delas eram prudentes. Ou seja, além do óleo que já tinham em suas lâmpadas, levaram uma vasilha com mais. Já as néscias, as insensatas, não levaram mais óleo consigo. O noivo demorou para chegar e todas elas dormiram. Quando, enfim, ele chegou, as virgens néscias já não tinham mais óleo e as sensatas se negaram a dar do delas, já que poderiam ficar sem. As néscias então saíram para comprar, mas quando voltaram a porta para o banquete já estava fechada e elas não puderam entrar.

O que isso tem a ver conosco?

Nós somos como essas lâmpadas. Precisamos estar cheias do óleo do Espírito para que a nossa luz não se apague e para que possamos estar com o Noivo quando Ele voltar. Estamos vivendo dias muito difíceis, cheios de pressões de todos os lados. Os ventos têm soprado contra nós e trazido muitas dificuldades.

O texto ainda fala que todas as virgens dormiram enquanto esperavam, tanto as prudentes quanto as insensatas. E, da mesma forma, o sono vem para todos nós. Ele pode ser o desânimo, a apatia, a frieza espiritual, o desinteresse, o abatimento. E todos nós podemos ser afetados por ele, ninguém está livre. Por isso é tão importante nos mantermos sempre cheios do Espírito Santo, sempre encharcados no óleo para que nenhuma dessas coisas nos domine e impeça de prosseguir.

Como nos mantemos cheios do óleo do Espírito?

Em Efésios 6, Paulo fala sobre nos revestirmos da armadura de Deus para que possamos “resistir no dia mau e permanecer inabaláveis” (v.13), ou seja, para que os ventos e o sono não tomem conta de nós e para que possamos nos manter cheios do óleo do Espírito. Precisamos estar revestidos dessa armadura, protegidos, cobertos.

No versículo 18, há outro segredo para mantermos a nossa chama sempre acesa: a oração. Muitas vezes, fazemos a nossa oração pela manhã, lemos a Palavra e nos enchemos do Espírito Santo. Mas, quando o dia vai passando, parece que uma frieza vai entrando dentro do nosso coração e vamos nos abatendo, nos esquecendo daquilo que lemos e ouvimos do Senhor. E por isso precisamos orar continuamente, “sem cessar” (1Ts. 5.17). Estar em contato com Deus durante todo o nosso dia, ouvindo a Sua voz e falando com Ele. Assim como as lâmpadas precisavam ser encharcadas de tempos em tempos, também precisamos nos encharcar a todo o momento para que a chama não se apague, orar continuamente.

Também precisamos conhecer a Palavra de Deus. Meditar nela de dia e de noite, perguntar o que o Senhor quer falar conosco, o que precisamos aprender com aquilo que lemos, como devemos aplicar à nossa vida. E, com isso, entregarmos cada detalhe a Deus, entregar tudo o que temos a Ele e amá-lo com todo o nosso coração.

Em qual grupo você está? Das prudentes ou das néscias?

As únicas pessoas que podem impedir o agir do Espírito Santo somos nós mesmos (1 Ts.5.19). Com a Sua morte e ressurreição, Jesus já nos deu tudo gratuitamente, agora cabe a nós nos encharcarmos de óleo, sermos continuamente cheios do Espírito Santo.

Ainda há tempo. Se você percebeu que se encontra no grupo das virgens néscias, se arrependa agora e mude tudo o que precisa mudar para passar para o grupo das prudentes.

O vento e o sono podem vir, o dia mau vem, mas temos uma esperança: o óleo do Espírito que está à nossa disposição. Creia e busque a face do Senhor, encha-se do Espírito Santo e deixe que a sua luz ilumine não só a sua vida, mas a vida daqueles que se encontram nas trevas e na escuridão.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: