SENTIR (quebra-gelo)

Conte uma história que você só viveu com seu melhor amigo (pode ser uma aventura, um problema que se meteram, algo que impactou sua vida e marcou sua história).

APRENDER

O que é uma amizade verdadeira? É um relacionamento baseado em intimidade.

Atualmente existem diversos meios de comunicação diferentes, aplicativos, smartphones, mas nenhum deles dá a intimidade que uma conversa pessoal dá, uma conversa olhando nos olhos da outra pessoa revela a intimidade que há entre elas.

Quando estamos entre amigos nos sentimos a vontade para contar piadas, para compartilhar segredos, pensar alto, e temos a certeza de que não seremos julgados por isso. Entre amigos podemos ser nós mesmos.

E uma amizade verdadeira com Deus revela nossa identidade.

Como diz a letra de uma canção do Pr. Adhemar de Campos: “Não existe nada melhor, do que ser amigo de Deus, caminhar seguro na luz, desfrutar do Seu amor…”

Mas uma das coisas que nos impedem de ter uma amizade verdadeira com Deus é uma dificuldade que existe na maior parte de nós: não sabemos receber presentes.

Todos nós já recebemos um presente que não merecíamos, algo de muito valor, um presente que nos constrangeu. E logo pensamos em uma forma de retribuir esse presente, uma forma de devolver esse presente. Fomos criados numa cultura que toda vez que recebemos algo bom, ou fizemos por merecer, ou a pessoa está querendo algo de nós.

Em Lucas 10:38-42 está a história de Marta e Maria, duas irmãs que receberam Jesus em sua casa.

Receber Jesus em sua casa era como se fosse um grande presente, era uma verdadeira honra!

O texto relata que Marta se propôs a servir Jesus. Enquanto Ele estava em sua casa Marta trabalhava.

Já sua irmã Maria, estava sentada aos pés de Jesus, aprendendo com Ele. Em determinado momento Marta questiona Jesus, e pede para que repreenda sua irmã e diga que ela ajude no trabalho. Mas a resposta de Jesus foi clara:

Respondeu o Senhor: “Marta! Marta! Você está preocupada e inquieta com muitas coisas; todavia apenas uma é necessária. Maria escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada”. – Lucas 10:41-42

Marta tentou agradar a Jesus com seu serviço, já Maria retribuiu a presença de Jesus estando com Ele.

As duas experimentaram a presença de Jesus, mas uma reagiu como devedora e a outra reagiu como alguém que gostaria de conhecer mais, de desfrutar.

REFLETIR

Temos que entender que a presença de Deus é um presente impagável que todo ser humano recebeu.

Mas qual é esse presente que recebemos de Deus, em Jesus?

  • Adão tinha relacionamento com Deus. Intimidade todos os dias.
  • O pecado (que significa “errar o alvo”), muda o foco do homem: seus dias se resumiam em obedecer as instruções de Deus e ter relacionamento com ele. Após o pecado: Adão se preocupa com si mesmo, sua nudez, sua falta de coisas.
  • Falta de relacionamento traz destruição: idolatria do povo de Israel, dureza de coração, guerras e contendas.
  • No inicio do novo testamento, João Batista vem como profeta depois de anos de silencio de Deus, e prega sobre o arrependimento. Ele estava preparando o caminho para Jesus. Sem arrependimento não há presente.
  • Jesus Cristo nasce de uma virgem, vive uma vida sem pecados e entrega Sua vida em favor de nós.
  • Quando Jesus morre na cruz, todo o pecado da humanidade, de todos nós, convertidos ou não, é colocado sobre Ele. Julgado e morto injustamente.
  • Porém, Jesus Cristo ressuscita, vence a morte, tornando todos os injustos (nós que estávamos separados de Deus e sem relacionamento por conta do pecado) em jutsot, e traz consigo um presente, para todos nós: a reconciliação com Deus – um presente impagável, vida eterna, graça, relacionamento restaurado com nosso criador.

 “Pois o amor de Cristo nos constrange, porque estamos convencidos de que um morreu por todos; logo, todos morreram. E ele morreu por todos para que aqueles que vivem já não vivam mais para si mesmos, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. De modo que, de agora em diante, a ninguém mais consideramos do ponto de vista humano. Ainda que antes tenhamos considerado a Cristo dessa forma, agora já não o consideramos assim.
Portanto, se alguém está em Cristo, é nova criação. As coisas antigas já passaram; eis que surgiram coisas novas!
Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação, ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação.”
2 Coríntios 5:12-19

Por amor, Deus entregou seu único filho para nos salvar, para nos reconciliar com Ele, nos dando a vida eterna, nos dando autoridade e um relacionamento restaurado com o nosso Pai.

Em João 17, as palavras de Jesus são sobre o que é a vida eterna, o versículo 3 diz: “Esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste.”

Nosso maior chamado é conhecer a Deus como Pai, e a Jesus como nosso Senhor.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

Nosso relacionamento com Deus já foi restaurado.

Hoje, através do Espírito Santo temos total acesso a presença de Deus. Podemos entender sua Palavra, orar uns pelos outros, receber palavras específicas para reconciliar as pessoas com Ele.

Mas temos tido essa urgência em nosso coração? Desista de tentar “merecer” ou “pagar de volta” o presente da vida eterna recebido. É momento de compartilharmos esse presente, expressando o amor de Deus, proclamando o verdadeiro evangelho – sempre em obediência na presença Dele.

Maria estava disposta a fazer algo por Jesus, mas ela queria obedecer sua voz, não fazer algo para ser notado.
Precisamos nesse dia ser mais como Maria, que desfrutam da presença do Senhor Jesus e estão dispostos a obedecer sempre que Ele nos pedir e enviar.

Conduza um momento de oração de entrega, de renovação de aliança, de busca pela intimidade ao Senhor. Desafie a orar uns pelos outros. Faça uma oração de arrependimento para aqueles que estão distantes da presença de Deus e querem voltar aos braços do Pai.

Líder, se você tiver essa direção do Espírito Santo, faça o apelo para se alguém deseja receber Jesus como Senhor e Salvador de sua vida. Faça uma oração simples, pedindo para eles repetirem: “Pai, me arrependo dos meus pecados, eu recebo o Senhor Jesus como Senhor e Salvador da minha vida. Declaro que as coisas velhas já passaram, meus pensamentos, pecados e erros, e sei que Jesus tem algo novo pra mim. Hoje sou uma nova criatura e não vou andar sozinho. Em nome de Jesus eu oro, amém”.

Aproveite para falar sobre o Vida Vitoriosa, explique sobre os primeiros passos na caminhada com Jesus e o desafie para participar do SIGA-ME!

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: