O que significa o Natal para você?

O calendário que usamos hoje só é como é por causa do nascimento de Jesus. Ele mudou tudo, Antes de Cristo e Depois de Cristo.

Você tem ideia de quem é Deus?

Ele é um ser eterno e nos responde porque somos Seus filhos. Um ser eterno tem a capacidade de se mover na direção do tempo. Ele pode andar na frente do tempo e ver as consequências das decisões que tomamos. Para nós, é difícil compreender isso.

Ele criou todas as coisas, estava no começo de tudo. Antes de enviar o Seu filho à terra, Deus mandou o anjo Gabriel. Ele fala, primeiro, com Zacarias (Lc. 1:11-20). Anuncia a gravidez de Isabel, sua esposa, mas Zacarias duvida. Ele era sacerdote, estava orando por isso, conhecia os milagres que Deus já tinha feito, recebeu a visita de um anjo, e mesmo assim não creu na Palavra. Isso acontece com muitos cristãos antigos.

Gabriel manda uma segunda mensagem. Seis meses depois, ele aparece a uma adolescente, parente de Isabel, na cidade de Nazaré. Essa moça é Maria (Lc. 1:26-38). Ela, assim como Zacarias, também tem uma dúvida. Mas a sua postura é diferente.

Qual foi o posicionamento de Maria?

Ela ouve o anjo, pensa no que ele está dizendo e expressa a sua dúvida: “Como acontecerá isso se sou virgem?” (v. 34). Ela não estava perguntando sobre a possibilidade de acontecer o que o anjo estava dizendo, mas queria saber como aconteceria. Ela, que tinha menos informação que Zacarias e era pobre, creu e perguntou como ia ser.

Imagine numa cultura daquela, numa cidade pequena, uma adolescente noiva aparece grávida antes do casamento. Deus colocou aquela moça numa situação difícil, mas ela não duvidou da Sua Palavra. Era corajosa. Maria sabia que aquilo vinha de Deus.

O fato de concordarmos com a vontade de Deus implica em assumirmos riscos. Se estamos buscando a Deus, Ele está respondendo de alguma maneira. Se temos alguma dúvida do que Ele está dizendo, podemos perguntar!

“Clame a mim e eu responderei e direi a você coisas grandiosas e insondáveis que você não conhece.” Jeremias 33:3

Quando não perguntamos, não sabemos qual é a vontade de Deus.

Depois de entender o que o anjo estava dizendo, Maria se entregou por completo (v.38). Ela se rendeu completamente, não colocou condições, não fez exigências. Reconheceu a Deus como o seu Senhor, não somente um consultor, e pagou o preço de obedecer.

Teve, ainda, uma terceira mensagem de um anjo. Quando José soube da gravidez de Maria, pensou em deixá-la em segredo, para que ela não fosse exposta. Então, um anjo apareceu a ele e explicou a situação (Mt. 1:18-25). E ele também se rendeu. Casou-se com Maria e criou Jesus como o seu filho.

José e Maria resolvem correr os riscos e obedecer a Deus, crer na Sua Palavra, viver o sobrenatural.

O que Maria faz depois de receber a visita do anjo Gabriel?

Ela visita a sua prima, Isabel (Lc. 1:39-45). Sem saber, Isabel tem a revelação de que Maria vai dar à luz o Salvador. Ficou cheia do Espírito Santo e disse que Maria era abençoada “pois creu no que o Senhor disse que faria” (v. 45). Primeiro, precisamos crer, obedecer, e então somos abençoados.

Depois de ouvir isso, ela também começa a falar e a profetizar através do Espírito Santo (v. 46-56). Essa resposta é chamada de “O Cântico de Maria” ou “Magnificat”. Ela cita as profecias do Antigo Testamento que falam do Messias. Quando cremos e obedecemos a Deus, coisas sobrenaturais começam a acontecer.

Quando Maria se rende, experimenta algo poderoso. E quando se encontra com outra mulher que também estava esperando em Deus, elas começam a glorificar a Deus. Jesus nem nasceu ainda e as coisas estão acontecendo de maneira poderosa. A comunhão com pessoas cheias do Espírito Santo nos ajuda a experimentar ainda mais o poder de Deus.

Como você tem reagido às coisas que Deus fala para você?

Muitas vezes, temos medo de perguntar as coisas para o Senhor. Mas a nossa postura diante do que Ele fala pode fazer toda a diferença. Não tem problema conversarmos com Deus e perguntarmos quando temos dúvidas, o problema é quando duvidamos do Seu caráter.

Também precisamos nos render completamente a Ele e obedecer. Nos acostumamos a nos render com ressalvas, a negociar com Deus. Não O vemos como nosso Senhor e O usamos apenas para ter uma opinião, para ser um consultor.

Você tem tido comunhão com pessoas cheias do Espírito Santo?

Paulo fala em 1 Coríntios 14:26: “Portanto, que diremos, irmãos? Quando vocês se reúnem, cada um de vocês tem um salmo, ou uma palavra de instrução, uma revelação, uma palavra em uma língua ou uma interpretação. Tudo seja feito para a edificação da igreja.”

É importante que vivamos em comunhão com os nossos irmãos, precisamos disso. O poder do Espírito Santo se manifesta na comunhão dos que se rendem totalmente ao Senhor.

Deus fez promessas a você?

Todas elas vão se cumprir. Não duvide da promessa de Deus, esqueça o tempo (Sl. 31:15). O Reino de Deus já está dentro de nós, e quando cremos ele se manifesta. Vem a cura, vem a restauração, a libertação, a prosperidade.

Mas é necessária uma obediência mais profunda, uma rendição total. Quando nos rendemos a Ele tudo começa a mudar na nossa vida. Precisamos nos render como Maria se rendeu. Obedecer completamente aquilo que Ele diz para nós.

Nada é impossível para Deus! Tudo o que Ele falou, Ele vai cumprir! 

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: