A Bíblia nos fala em muitos lugares sobre a vontade de Deus. Em Romanos 12:2, diz que ela é “boa, agradável e perfeita”. Em Jeremias 29:11, garante que os planos do Senhor são de paz, para nos dar um futuro cheio de esperança. Mesmo sabendo disso, temos muitas dúvidas com relação à vontade específica que Deus tem para cada um de nós.

 O que quer dizer conhecer a vontade de Deus?

Conhecer a vontade de Deus implica em conhecer a Deus. Saber quem Ele é, saber tudo aquilo que Ele é capaz de fazer e, até mesmo, o que Ele não pode fazer.

Há três coisas que Deus não pode fazer e que precisamos saber:

  1. Ele não pode mentir – Nm. 23:19;Tt. 1:2
  2. Ele não pode e não tenta ninguém a pecar – Tg. 1:13-15
  3. Ele não pode ser infiel (negar a Sua Palavra) – 2Tm. 2:13; Lc. 21:33

Deus nunca pode ir contra quem Ele é. Por isso, não adianta pedirmos para que Ele prejudique outras pessoas em nosso favor, seja injusto ou vá contra a Sua Palavra, isso não faz parte do caráter dele. Mas todo o resto Ele não só pode como quer fazer. Ele pode curar, levantar, restaurar, voltar o tempo, avançar o tempo.

Isso nos ajuda a discernir melhor o que é e o que não é vontade de Deus.

Onde podemos conhecer a vontade revelada de Deus?

Deus já revelou a Sua vontade na Sua Palavra, a Bíblia. E as vontades de Deus já reveladas são muitas (1Pe. 2:15-16; 1Ts. 4:3-5, 5:12-18). Alguns exemplos são:

  • Praticar o bem
  • Honrar os que servem e lideram
  • Viver em paz uns com os outros
  • Advertir os preguiçosos
  • Confortar os desanimados
  • Ajudar os fracos
  • Ser paciente para com todos
  • Não retribuir mal com mal
  • Ser sempre bondoso
  • Alegrar-se sempre
  • Orar continuamente
  • Dar graças em todas as situações
  • Que sejamos santos

Conhecer a vontade de Deus para nós é a mesma coisa que obedecê-la?

Na verdade, não. Deus pode revelar qual é a Sua vontade para nós e, mesmo assim, podemos escolher não obedecê-la. Jesus falou sobre isso em Mateus 21:28-32, quando conta sobre um pai e seus dois filhos. O primeiro, quando o pai lhe pediu algo, disse que não ia fazer, mas, no final, acabou fazendo. Já o segundo, disse que faria, e acabou não fazendo. A pergunta de Jesus no final da parábola é: “Qual dos dois fez a vontade do pai?” (v. 31).

Não precisamos pensar muito para responder que foi o primeiro, aquele que, apesar de dizer que não faria, acabou cumprindo com a vontade de seu pai. Muitas vezes, nós queremos muito conhecer a vontade de Deus, mas não temos certeza se queremos obedecê-la. A Palavra nos garante que ela é boa, agradável e perfeita (Rm.12:2), que os planos do Senhor são de bem, para nos dar um futuro de esperança (Jr. 29:11).

Sabendo disso, por que temos tanta dificuldade em cumprir a vontade de Deus? Porque ela também envolve correr riscos, fazer ajustes e mudanças, abandonar a zona de conforto, abrir mão do controle e deixar de ser o centro da própria vida. Quanto mais perto do Senhor andarmos, menos teremos controle da nossa vida e de mais fé precisaremos.

Deus quer que eu conheça a Sua vontade específica para a minha vida?

Com certeza! Se você soubesse orientar seu filho quanto a alguma situação, para que ele fizesse a melhor escolha, você não o faria? Com Deus é a mesma coisa. Ele quer nos ajudar a alcançar tudo o que Ele tem preparado para nós.

Colossenses 1:9 – Aqui, Paulo disse que ele estava orando para que aqueles irmãos fossem cheios do “pleno conhecimento da vontade de Deus” para que pudessem viver “de maneira digna do Senhor e em tudo possam agradá-lo”. Deus quer que conheçamos a Sua vontade para que possamos viver de maneira digna, tendo tudo o que precisamos, sendo pessoas honradas, que crescem no conhecimento de Deus. Só coisas boas!

1 Coríntios 2:9-12 – Você ama a Deus? Se sim, esse texto é para você. Precisamos crer nessa palavra. Todas as coisas boas que o Senhor tem para nós, Ele já nos revelou por meio do Seu Espírito. Quando cremos em Jesus, o Espírito Santo de Deus vem habitar em nós, e Ele conhece a vontade de Deus. E esse mesmo Espírito diz que há coisas que nem sequer imaginamos que Ele quer nos revelar.

Os planos de Deus para nós estão dentro de nós!

Como, então, posso experimentar a vontade de Deus para mim?

O segredo está no texto de Romanos 12:1-2. Nos oferecer como um sacrifício vivo, santo e agradável é deixar de lado a nossa vontade para cumprir aquilo que o Senhor tem para nós. Adorá-lo de todo o nosso coração e colocá-lo em primeiro lugar.

Nós fomos treinados a pensar como este mundo pensa. Mas Deus nos chama para algo diferente. É como uma metamorfose, metanoia, mudança na maneira de pensar. Primeiro, precisamos pensar diferente. E isso acontece quanto mais lemos a Palavra, quanto mais convivemos com nossos irmãos, quanto mais nos entregamos ao discipulado.

Se nos entregarmos ao Senhor de todo o nosso coração e não nos amoldarmos a este mundo, seremos capazes de experimentar a “boa, agradável e perfeita vontade de Deus”.

Você quer conhecer e obedecer a vontade de Deus para a sua vida?

Para conhecer e experimentar a vontade de Deus precisamos do Espírito Santo, de uma mudança na nossa maneira de pensar, de fé e precisamos, simplesmente, obedecer.

Antes de fazer qualquer coisa, o Senhor quer que você conheça quem Ele é, quer falar com você e quer que você reconheça a Sua voz. Muitas vezes, queremos saber logo qual vai ser o final, mas nos esquecemos de que Deus está conosco durante o caminho. Ele está no controle e podemos conhecê-lo ainda mais nesse trajeto.

A vontade de Deus para todos está em Sua Palavra. Mas a vontade de Deus específica para a sua vida Ele quer revelar a você!

O Senhor tem planos de paz para você. Converse com Ele antes de fazer qualquer coisa, de tomar qualquer decisão. Desprenda-se das suas vontades, das coisas que você quer muito, e renda-se à vontade de Deus.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: