SENTIR (quebra-gelo)

O que é prosperidade para você? Como você define uma pessoa próspera?

APRENDER

Prosperidade tem a ver com riqueza?

Não! Na verdade, riqueza e pobreza são dois lados de uma mesma moeda. Existem pessoas ricas e pobres que nunca experimentaram a prosperidade. Assim como existem pessoas ricas e pobres que são prósperas.

O problema é que muitos pensam que ser rico ou ser pobre são dois extremos de uma trajetória. Há dois tipos de pensamentos hoje em dia: daqueles que pensam que “atingir a linha de chegada” é deixar a pobreza para trás e alcançar a riqueza – essas pessoas vivem a sua vida em busca de conseguir bens materiais, de atingir um nível de vida – e daqueles que pensam que por terem nascido “pobres” devem continuar vivendo “como der” – sem perspectivas, sem sonhos. Os dois pensamentos estão errados, e quando pensamos errado vivemos enganados, condicionados, estressados e debaixo de instabilidade. Vivemos sem propósito.

Não podemos passar por esta vida sem deixar o legado que o Senhor planejou que deixássemos, sem cumprir o Seu propósito. Não é errado sonharmos com o que gostaríamos de conquistar, mas essas coisas têm o seu lugar. Prosperidade não tem a ver com dinheiro, tem a ver com uma vida frutífera.

O que a Palavra de Deus fala sobre prosperidade?

O conceito de prosperidade está em Salmos 1:3-4: “Ele é como árvore plantada junto à corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem-sucedido”. Quando pensou em criar o homem, Deus pensou em alguém que estivesse constantemente frutificando. E esses frutos mudam a atmosfera em que vivemos.

Uma vida sem o propósito de Deus é como poeira ao vento, não há perspectiva de futuro. Uma vida com propósitos é uma vida próspera. E a promessa do Salmo 1 está sobre nós. Estar plantado junto às correntes de águas é estar firmado na identidade que Deus tem para nós.

Muitas vezes, isso não combina com o que temos experimentado hoje, porque temos feito escolhas que não combinam com a identidade que o Senhor nos deu. Ele não se alegra com os nossos fracassos, ama a prosperidade dos Seus servos.

Riqueza e pobreza X Prosperidade

Riqueza e pobreza têm a ver com os bens deste mundo, com o que conquistamos aqui, e que ficará aqui quando partirmos para a eternidade. Agora, prosperidade tem a ver com sonhos, pessoas, com aquilo que vamos ser instrumentos para fazer crescer. Quando o nosso dia é satisfatório porque abençoamos alguém, isso é sinal de prosperidade em nossa vida.

O apóstolo Paulo disse: “Se é só para esta vida que esperamos em Cristo, somos de todos os homens os mais dignos de lástima” (1Co. 15:19). Uma vida próspera faz com que o Reino que se espera seja experimentado aqui, nos dias de hoje. Se queremos ser prósperos, precisamos mudar a nossa maneira de pensar.

Onde começa a prosperidade?

Em nossa mente. Com a convicção de que somos filhos de Deus e de que pertencemos ao Seu Reino. Quando sabemos que Deus nos chama de filhos, o céu começa a trabalhar em nosso favor. Não faz sentido sermos filhos de um Pai tão poderoso e vivermos uma vida aquém daquela que Ele sonhou para nós – seja em qual for a área, em nossa saúde, nossas finanças, nosso casamento, nosso trabalho.

Se não temos noção de quem somos, ficamos orbitando entre riqueza e pobreza. Como filhos de Deus, estamos inseridos em Seu Reino, um Reino onde não há falta de nada! Precisamos conhecer o nosso Pai para que saibamos quem verdadeiramente somos e o que fomos chamados para fazer. Isso nos dá liberdade, impede que nos tornemos escravos do que quer que seja.

Nós fomos chamados para reinar com Cristo em vida (Rm. 5:17)! Ele veio para que pudéssemos ter uma vida abundante, uma vida que está além de riqueza ou de pobreza, uma vida próspera. E a grande verdade é que quem somos e o Reino a que servimos muda a nossa maneira de viver nesta terra.

Qual é a natureza de Deus e do Seu Reino?

Uma natureza de bondade, sem nenhuma variação. O diabo veio para matar, roubar e destruir. Deus veio para nos dar vida, e vida em abundância. Por isso, a natureza do Seu Reino é de prosperidade e abundância, de um Pai bom.

Esse Deus bom quer abençoar as pessoas. E Ele faz isso usando pessoas. Ele quer curar e salvar! Essa é a Sua vontade. Se isso não estiver claro na nossa mente, quando passarmos por dificuldades questionaremos o Seu caráter.

REFLETIR

Como pessoas prósperas, qual é o nosso papel neste mundo?

Fomos criados para ser canais da bondade do nosso Senhor, e isso torna o mundo um lugar melhor. É assim que vivemos demonstrando o Reino vindouro.

A Palavra fala que a criação espera ardentemente pela manifestação dos filhos de Deus (Rm. 8:18-19). O mundo está esperando que os cristãos, nós, os prósperos, se manifestem! Deus faz história ungindo pessoas para chamarem o futuro à existência.

A nossa religiosidade e a nossa incompreensão de Deus roubam o nosso legado, roubam aquilo que fomos chamados para cumprir. Carregamos o Reino, somos prósperos, e isso está diretamente atrelado ao que Deus espera de nós. Ele já nos deu os dons para cumprir o nosso chamado (Ef. 4:7-10), já nos deu tudo o que precisamos.

Certa vez, quando Pedro e João estavam chegando ao templo, viram um paralítico na porta, pedindo esmolas. Eles não lhe deram dinheiro, mas deram o que tinha: cura (At. 3:24-25)! Fomos chamados para isso, para abençoar as pessoas e oferecer aquilo que o Senhor já colocou em nós.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

O que você pensa sobre prosperidade?

Se quando ouve essa palavra, logo pensa em dinheiro, finanças, precisa mudar essa maneira de pensar. Prosperidade tem a ver com frutificar, tem a ver com a convicção de que somos filhos de Deus e de que pertencemos ao Seu Reino de bondade. Você crê nisso? Se não, arrependa-se e mude a sua mente. Se esforce para conhecer ao Senhor através da Sua Palavra e através da oração, deixe que Ele mostre quem te criou para ser e cumpra o seu propósito nesta terra.

Deus não nos criou para ficarmos correndo atrás de dinheiro e nem para nos conformarmos com a vida que temos. Ele nos criou para termos uma vida convicta de quem somos, próspera e que abençoa outros.

Incentive todos a compartilhar. Esteja atento àqueles que precisam de encorajamento e àqueles que precisam confessar para receber ajuda. Ore por todos.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: