SENTIR (quebra-gelo)

Quando estamos em momentos difíceis da vida, qual é nossa primeira idéia? Esperar e aguardar pelo Senhor, ou tentar uma solução rápida? Por quê?

APRENDER

Você conhece a história de Elias e os adoradores de Baal?

Em 1 Reis 18, por causa do pecado da nação de Israel, eles deixaram de ser abençoados – eles abandonaram ao Deus todo poderoso, a fonte de águas vivas, e criaram seus próprios caminhos. O resultado foi uma grande seca, mais de 3 anos sem chover.

O povo, em grande dificuldade, estava em dúvida em quem adorar, porque o rei havia permitido a adoração a falsos deuses, Baal e seus profetas. Mas Deus fala com Elias e diz que vai mandar chuvas. Antes, entretanto, Elias confronta os falsos profetas no Monte Carmelo – cada um preparou um sacrifício de um novilho, e buscaram cada um seu deus – os de Baal clamaram a um deus morto, e quando Elias clama vem fogo do céu e consome o sacrifício. O resultado é que o povo abandona o culto a Baal e se volta para Deus.

Elias declara ao rei Acabe que viria chuva, e mandou o rei comemorar. Mas Elias sobe ao topo do monte Carmelo, se prostra no chão, com o rosto entre os joelhos e ORA! 1 REIS 18:41-45 Ele ora por 7 vezes, mandando, a cada vez, seu ajudante olhar para o lado do mar e ver se via algum sinal de chuva.

Por quê Elias tem que orar, mesmo após Deus ter falado que iria chover?

Deus nos dá uma palavra, e nós a profetizamos – anunciamos as outras pessoas, para ENCORAJAR, CONSOLAR E EDIFICAR. Mas mesmo após recebermos a palavra, temos que orar com fé, declarando o seu cumprimento. A fé fala o que Deus diz que vai acontecer, quando NÃO HÁ SINAL NEM EVIDÊNCIA NENHUMA.

Somente após o povo reconhecer que só o Senhor é Deus e colocá-lo em primeiro lugar é que veio a chuva. Assim também as palavras que Deus tem dado vão se cumprir. 
Precisamos profetizar, orar e declarar o que vai acontecer, com fé e ousadia.

Você já pensou no quanto Deus já fez para abençoar você? O que falta para recebermos as bênçãos?

Você não é abençoado por acidente, mas por escolha. A vontade de Deus é nos prosperar com um propósito: nos fazer uma benção para outros!

Efésios 1:3 diz que já fomos abençoados com toda sorte de bênçãos nos lugares celestiais. Mas, para estas bênçãos virem para a terra, precisamos crer, orar, e declarar profeticamente. O que cremos e declaramos com nossa boca, de acordo com a vontade de Deus, certamente se cumprirá. Foi o que Elias fez.

Quais os sinais de uma vida abençoada?
Deus nos abençoa na medida que investimos nosso TEMPO, TALENTO E TESOURO em outras pessoas.
Deus nos abençoa quando investimos no Reino de Deus – que é formado por pessoas e por tudo que abençoa outras pessoas. Deus nos abençoa para sermos uma benção – um povo que vive abençoando a outros.

REFLETIR

Você tem palavras de bênçãos de Deus para sua vida?
Você tem declarado sua fé nelas? Tem se apoiado no seu Deus, ao invés de procurar soluções humanas?
Elias, mesmo com a palavra de Deus já dada, foi orar porque ele sabia que IRIA ACONTECER O QUE DEUS FALOU

44 Por fim, na sétima vez, o servo lhe disse: “Vi subir do mar uma pequena nuvem, do tamanho da mão de um homem”. Então Elias lhe disse: “Vá depressa dizer a Acabe: ‘Apronte seu carro e volte para casa. Se não se apressar, a chuva o impedirá!’”. 45 Em pouco tempo, o céu ficou escuro com nuvens. Um vento forte trouxe uma grande tempestade. – 1 RS 18

Uma palavra de benção para todas as pessoas de nossa comunidade

Certo dia, os membros do grupo de profetas disseram a Eliseu: “Como vê, este lugar onde nos reunimos é pequeno demais. Vamos descer ao rio Jordão, onde há muitos troncos, e construir ali um lugar para nos reunirmos”.
Quando chegaram ao Jordão, começaram a derrubar árvores. Enquanto um deles cortava um tronco, a parte de ferro do machado caiu no rio. “Ai, meu senhor!”, gritou. “O machado era emprestado!”
“Onde caiu?”, perguntou o homem de Deus. Quando mostraram o lugar para Eliseu, ele cortou um galho e o jogou na água, e fez o ferro do machado flutuar. “Pegue-o”, disse Eliseu. E o homem estendeu a mão e o pegou. – 2 Rs 6:1-7

O Senhor nos fala claramente que Ele vai restituir o que se perdeu para aqueles que estão buscando a Ele, que estão desejando fazer algo para Ele. No texto, os filhos dos profetas estavam construindo um lugar maior, estavam trabalhando juntos para fazer algo para Deus. São pessoas simples, que precisavam até de machado emprestado. Um deles perde o ferro do machado – e Eliseu faz algo simples: joga um graveto no lugar onde caiu o ferro. O ferro não flutua, o graveto não afunda. O graveto apenas serviu para marcar o lugar onde Deus iria devolver o machado. E foi isso.

O Senhor tem uma promessa de restituição neste momento para nossa comunidade. Se crermos e profetizarmos esta palavra, orar sobre ela, o Senhor fará vir o que ele prometeu. Sobre o que devemos orar?

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

Como Deus quer nos abençoar hoje? Algumas coisas práticas:

• Curar doenças que impedem você de trabalhar e prosperar
• Curar doenças na sua família que estão consumindo seus recursos financeiros
• Restituir você de sociedades que lhe trouxeram prejuízos e dívidas
• Restituir você de terceiros que você foi avalista — que trouxeram a você prejuízos e dívidas
• Restituir o que estelionatários levaram de você
• Sonhos que foram impedidos ou interrompidos, por circunstâncias fora do seu controle
• Projetos que foram interrompidos, e que você tinha apostado tudo, e perdeu seu tempo e seu dinheiro.
• Tempo que parece que foi perdido após anos de investimento: negócios, empresa, ministério
• O que foi tomado pelo inimigo — mesmo que você tenha aberto a porta para o inimigo Deus vai restituir por causa do seu arrependimento.

Vamos orar e abençoar a todos que precisam. E não vamos nos esquecer de sempre colocar o Senhor em primeiro lugar.

Siga-nos: