SENTIR (quebra-gelo)

O que você considera muito importante em sua vida, mas que você gostaria de dar mais tempo, mais energia, e investir mais dinheiro?

APRENDER

Como sabemos o que é importante para nós?

Tudo em que investimos nosso tempo, nossos talentos (capacidades, dons, inteligência) e o nosso tesouro (bens e dinheiro) é o que é importante para nós. O problema é que acabamos confundindo o importante com o urgente. Quando deixamos o que é realmente importante de lado, isso acaba, em algum momento, se tornando urgente, e faz com que, cada vez mais, fiquemos postergando o que realmente importa.

Se soubermos o que a Bíblia nos diz que é realmente o mais importante, teremos uma vida muito abençoada. Jesus disse em Mateus 6:33: “Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas serão acrescentadas a vocês”. Isso quer dizer que se Deus está em primeiro lugar em nossa vida, se Ele é a nossa prioridade, todo o resto ficará em ordem.

O importante, a prioridade, tem a ver com as primícias.

O que são primícias?

A Bíblia fala muito sobre isso. Deus disse a Moisés: “Consagre a mim todos os primogênitos. O primeiro filho israelita me pertence, não somente entre os homens, mas também entre os animais” (Êx. 13:1-2). E disse ao povo: “Tragam ao santuário do Senhor, o seu Deus, o melhor dos primeiros frutos das suas colheitas” (Êx. 23:19), “apresentem um bolo feito das primícias da farinha de vocês. Apresentem-no como contribuição da sua colheita” (Nm. 15:20) e “vocês terão que dar-lhes as primícias do trigo, do vinho e do azeite, e a primeira lã da tosquia das ovelhas” (Dt. 18:4).

As primícias são os primeiros frutos, as primeiras produções, os primeiros efeitos, os primeiros lucros, os primeiros sentimentos e as primeiras alegrias. E o conceito fundamental é: o primeiro de tudo pertence a Deus.

Deus é o primeiro a obedecer a Sua Palavra!

Em Êxodo 13:13, o Senhor instrui o povo: “Resgatem com um cordeiro toda primeira cria dos jumentos, mas se não quiserem resgatá-la, quebrem-lhe o pescoço. Resgatem também todo primogênito entre os seus filhos”. O primogênito puro deveria ser sacrificado, no caso dos animais, e dedicado a Deus, no caso dos filhos. Isso abençoaria todo o resto, os outros animais, os outros filhos, a família.

E Deus fez exatamente isso ao entregar Jesus (1Co. 15:20). O Seu único Filho, o Seu melhor, Deus entregou para ser sacrificado, para purificar os impuros, todos nós. Jesus é “o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo!” (Jo. 1:29). E essa entrega aconteceu antes de qualquer resultado. Deus não esperou nos arrependermos para entregar Jesus (Rm. 5:8). Entregar as primícias é dar o nosso melhor e o primeiro antes de ver qualquer resultado, antes de sabermos se teremos o suficiente. O que entregamos primeiro não só é abençoado como abençoa todo o resto.

É preciso ter fé para dar as primícias. Do nosso tempo, nosso dia, nossa semana; dos nossos talentos, nossa capacidade e nossas energias; e do nosso tesouro, nosso dinheiro e nossos bens. Assim teremos uma vida abençoada: ““Pode um homem roubar de Deus? Contudo vocês estão me roubando. E ainda perguntam: ‘Como é que te roubamos?’ Nos dízimos e nas ofertas. Vocês estão debaixo de grande maldição porque estão me roubando; a nação toda está me roubando. Tragam o dízimo todo ao depósito do templo, para que haja alimento em minha casa. Ponham-me à prova”, diz o Senhor dos Exércitos, “e vejam se não vou abrir as comportas dos céus e derramar sobre vocês tantas bênçãos que nem terão onde guardá-las”” (Ml. 3:8-10).

Roubamos a Deus quando não entregamos algo que, na verdade, pertence a Ele, as primícias. Seja com relação ao nosso dinheiro, com relação ao nosso tempo, com relação às nossas capacidades.

REFLETIR

Na prática, o que quer dizer entregar as primícias?
Deus disse que as primícias pertencem a Ele (Êx. 13:1-2). Portanto, não podemos dar aquilo que não nos pertence, podemos apenas entregar, trazer ou devolver.

Em Josué 6 e 7, vemos a queda de Jericó por causa do pecado de um homem. Deus disse a Josué que eles atacariam dez cidades e teriam vitória sobre todas elas, mas que deveriam entregar a primeira cidade, a primeira batalha a Ele. Todo o ouro e toda a prata dessa primeira cidade eram do Senhor. Essas eram as primícias.

Ele não disse que o povo deveria conquistar dez cidades e depois trazer as riquezas de uma delas. Disse para que entregassem o primeiro, antes de todo o resto. Isso exigia fé. Mas Acã não obedeceu. Ele viu algumas das riquezas daquela primeira cidade e decidiu se apossar delas. A consequência disso é que, na segunda batalha, com uma cidade muito menor, o exército israelita foi colocado para correr e 36 homens foram mortos. Por causa da infidelidade de um homem, um povo todo sofreu as consequências e 36 famílias perderam seus líderes. Porque Acã tomou o que pertencia a Deus – as primícias.

Deus valoriza muito as primícias, porque Ele mesmo deu as primícias para nós. Ele não precisa receber nada de nós, nós é que precisamos ser abençoados. Nossas primícias a Deus permitem que Ele proteja e santifique o resto, e o inimigo não poderá tocar nisso.

APLICAR E ORAR (separe entre homens e mulheres)

O que é o mais importante na sua vida hoje?
Em que você tem investido o seu tempo, os seus talentos e o seu tesouro? Você tem dado prioridade ao mais urgente ou ao mais importante?

Quando reconhecemos que o Senhor é o mais importante em nossas vidas, precisamos dar a Ele os nossos primeiros frutos, o melhor do nosso tempo, do nosso talento, da nossa atenção, dos nossos recursos. Preste atenção no que você tem investido o seu melhor. Se não for no Senhor, para o Senhor, arrependa-se e mude de atitude. Veja quais hábitos precisa mudar e quais hábitos precisa criar para dar o primeiro e o melhor a Deus.

Você tem fé para entregar as suas primícias?
O Senhor entregou tudo por nós. Ele deu primeiro, nos amou primeiro, Ele criou tudo, restaurou tudo e nos entregou tudo. Por isso, precisamos entregar o primeiro e o melhor a Ele, de todo o nosso coração, entregar o que já é dele. Não por obrigação, nem por constrangimento, mas por amor.

Como Ele já fez tudo por nós, podemos crer que Ele vai continuar fazendo e que vai ser fiel. Podemos crer na Sua Palavra, nas Suas promessas, e agir como Ele nos manda agir.

Se você tem tido dificuldade para crer, leia a Palavra, invista tempo em conhecer a carta de amor que o Senhor nos deixou, porque a fé vem por ouvir e conhecer a Bíblia.

Creia, entregue suas primícias e tenha uma vida completamente abençoada!

Incentive todos a compartilhar. Esteja atento àqueles que precisam de encorajamento e àqueles que precisam confessar para receber ajuda. Ore por todos.

 

Siga-nos: