Você já quebrou uma promessa? Como você se sentiu?

Todos nós já passamos por alguma situação em que não conseguimos cumprir uma promessa, ou que outra pessoa acabou quebrando uma promessa que fez a nós. Nos dois casos, acabamos nos sentindo desanimados e, apesar de tentar entender, ficamos com nossas expectativas frustradas. Mas isso é normal do ser humano, somos falhos e nem sempre conseguimos cumprir com tudo aquilo que gostaríamos.

Mas o Senhor não é assim. Ele é sempre fiel à Sua Palavra e nunca nos deixa desamparados. Quando Ele faz uma promessa, podemos confiar que Ele irá cumpri-la.

Qual foi a promessa que Deus fez para o povo? (Js. 1:1-9)

Quando Josué assumiu a liderança dos israelitas, Moisés havia acabado de morrer. O povo ainda estava de luto, mas também estava prestes a entrar na terra prometida, só precisava atravessar o Rio Jordão. Então, o Senhor repete a Josué a promessa que havia feito a Moisés: “(…) todo lugar onde puserem os pés eu darei a vocês. Seu território se estenderá do deserto ao Líbano, e do grande rio, o Eufrates, toda a terra dos hititas até o mar Grande, no oeste. Ninguém conseguirá resistir a você todos os dias da sua vida. Assim como estive com Moisés, estarei com você; nunca o deixarei, nunca o abandonarei” (v. 3-5).

O que fez a diferença para os israelitas naqueles dias foi que eles creram nas promessas de Deus, eles viveram de acordo com elas. O Senhor prometeu que eles seriam bem-sucedidos, que estariam seguros e nunca ficariam sozinhos. Depois de 40 anos vivendo milagres no deserto, apesar da geração incrédula, eles precisavam crer e prosseguir.

Qual foi a atitude de Josué diante da promessa de Deus? Ele sentou e esperou o milagre acontecer?

Não! Esperar nas promessas do Senhor não é algo passivo, é ativo! Quando nos promete algo, Ele sempre nos dá as instruções de qual é a nossa parte, de como devemos proceder. E Deus fez isso com Josué também. Disse qual era a parte dele nesse processo:

1.   Seja forte e corajoso! Tenha ânimo! (v. 6)

Depender das promessas de Deus é o que dá força e coragem. Ele prometeu que estaria com Josué e com o povo, e promete a nós também. Conhecemos o Deus a quem servimos, sabemos do Seu caráter, por isso podemos prosseguir com força e coragem, sabemos em quem temos crido.

2.   Obedeça! (v.7)

O Senhor fala para Josué se esforçar para obedecer a Palavra, não se desviar nem para a direita e nem para a esquerda. O problema do homem com a obediência começou lá no Éden, e isso gerou o pecado. Mas Deus nos chama para uma vida de obediência.

Ele ainda diz a Josué qual será o resultado da obediência dele: “… para que você seja bem-sucedido por onde quer que andar”. Quer ter sucesso? Obedeça! (Dt. 28:1-12; Mt. 7:24-27; Is: 1.19).

3.   Não deixe de meditar e de falar da Palavra de Deus! (v. 8)

No hebraico, a palavra meditar (hagah) quer dizer “um recitar ativo”. Não é como uma reza, mas é algo vivo, que vem do fundo do coração. Meditar na Palavra não é apenas ler a Bíblia, é gastar tempo ouvindo a voz de Deus, aplicando Seus ensinamentos e deixando que eles se tornem verdade no nosso coração. E quando isso acontece, falar da Palavra se torna apenas uma consequência, nossa boca fala do que está cheio o nosso coração (Mt. 12:34).

E foi essa outra instrução que o Senhor deixou para Josué. Meditar na lei e falar dela de dia e de noite, em todo tempo.

Josué e o povo tinham uma promessa de Deus, e eles decidiram viver de acordo com ela, mesmo tendo que enfrentar o rio Jordão, que era extremamente largo e profundo. E o resultado foi de que, quando os sacerdotes que carregavam a arca da aliança encostaram seus pés na água, a correnteza que descia pelo rio parou e formou uma muralha. O povo atravessou o rio em terra seca, calmamente, e pôde conquistar a terra prometida.

Quais são as promessas de Deus para você?

Nós temos muitos sonhos e expectativas em nossas vidas. E o Senhor nos dá muitas promessas, a Bíblia está cheia delas. Mas, muitas vezes, nos deparamos com um rio Jordão à nossa frente e é nesse momento que muitos de nós deixam de crer. Pensamos que precisamos ver algumas “provas” ou “evidências” da promessa de Deus, mas a verdade é que o nosso papel é crer, ser fortes e corajosos, obedecer e não deixar de meditar na Palavra. Só assim atravessaremos o rio que nos separa do cumprimento da promessa.

Deus queria dar ao povo uma terra pela qual eles não trabalharam, vinhas que eles não plantaram. E isso tudo por amor. Ele também quer nos abençoar e nos fazer prósperos, mas precisamos crer. Conhecer as promessas do Senhor e crer que Ele quer e vai cumprir cada uma delas.

Muitas vezes temos vivido estressados, desanimados e agitados. Ficamos até deprimidos por conta dos problemas que enfrentamos. Caminhamos sem sentido e, assim como o povo no deserto, parece que estamos há anos dando voltas. Mas se confiarmos nas promessas de Deus, isso não vai mais acontecer. Conseguiremos olhar adiante e andar em fé, tendo bom ânimo e sendo fortes e corajosos.

Existe algum rio que você precisa atravessar?

As dificuldades sempre vão vir, mas nada é maior do que as promessas de Deus. Ele é fiel e sempre cumpre a Sua Palavra, nunca nos desampara. Existe alguma coisa que tem te desanimado e te deixado para baixo? Você tem se lembrado de todas as promessas que o Senhor fez para você? Se não, leia a Bíblia e encontre-as lá. Creia no que o seu Pai fala sobre você e sobre o seu futuro.

Em Jeremias 29:11, Ele já diz: “Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês’, diz o Senhor, ‘planos de fazê-los prosperar e não de causar dano, planos de dar a vocês esperança e um futuro”. Por isso, não tenha medo, creia!

Nunca ande sozinho e esteja perto daqueles que te lembram da fidelidade, da graça e da misericórdia de Deus.

Escreva um comentário

*

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Siga-nos: